A Arte da Omissao

Em nome do Terrorismo 7 – O Ocidente em xeque

Os objectivos estratégicos dos Estados Unidos e União Europeia, na Ásia Central, colidem com os interesses geopolíticos da Rússia, que se sente gravemente afectada com o avanço da NATO. O duro ataque militar em Agosto de 2008 contra as forças da Geórgia, ao invadirem a região separatista da Ossétia do Sul, constituiu séria advertência de que aquela região, no Cáucaso, à margem do Mar Negro, está na sua esfera de influência e não permitirá maior penetração dos Estados Unidos e das potências industriais do Ocidente.

Assim, com a invasão da Geórgia para defender a autonomia da Ossétia do Sul, a Rússia retaliou o apoio que os Estados Unidos e a União Europeia deram à independência do Kosovo, instrumentalizando a NATO (Operation Allied Force) para bombardear a Jugoslávia em 1999.

E demonstrou, como exemplo, o que poderá ocorrer se a Polónia e a República Checa permitirem a instalação, no seu território, das bases anti-mísseis, pretendidas pelo presidente George W. Bush. A Rússia pôs os Estados Unidos e as potências ocidentais em xeque.

Vários factores complexos naturalmente concorreram para a eclosão deste conflito armado A Geórgia, das antigas repúblicas que antes integraram a União Soviética, foi a que mais estreitamente se aliou os Estados Unidos, depois da chamada Revolução Rosa, regime manipulado pela CIA e pelo embaixador Richard Miles, em Novembro de 2003.

Com a ascensão ao poder do advogado Mikhail Saakashvili, que cursara nos anos 90 na Columbia Law School e na George Washington University Law School, o governo do presidente George W. Bush, executou o “Georgia Train and Equip Program (GTEP)”, entre 2002 e 2004, e a partir de 2005 o Georgia Security and Stability Operations Program (Georgia SSOP),” e enviou para o Cáucaso assessores da U.S. Special Operation Forces (Green Berets), U.S. Marine Corps e outros para treinarem contingentes militares da Geórgia.

Em nome do Terrorismo 1 – Eurásia (o Palco)
Em nome do Terrorismo 2 – George H. W. Bush (Pai Bush)
Em nome do Terrorismo 3 – William “Bill” Clinton
Em nome do Terrorismo 4 – George W. Bush (Filho Bush)
Em nome do Terrorismo 5 – Geopolítica do petróleo
Em nome do Terrorismo 6 – O grande jogo
Em nome do Terrorismo 7 – O Ocidente em xeque
Em nome do terrorismo 8 – O corredor do petróleo
Em nome do Terrorismo 9 – Os limites do poderio militar

 

8 comments on “Em nome do Terrorismo 7 – O Ocidente em xeque

  1. Pingback: Em nome do Terrorismo 2 – George H. W. Bush (Pai Bush) | A Arte da Omissao

  2. Pingback: Em nome do Terrorismo 3 – William “Bill” Clinton | A Arte da Omissao

  3. Pingback: Em nome do Terrorismo 5 – Geopolítica do petróleo | A Arte da Omissao

  4. Pingback: Em nome do Terrorismo 4 – George W. Bush (Filho Bush) | A Arte da Omissao

  5. Pingback: Em nome do Terrorismo 6 – O grande jogo | A Arte da Omissao

  6. Pingback: Em nome do terrorismo 8 – O corredor do petróleo | A Arte da Omissao

  7. Pingback: Em nome do Terrorismo 9 – Os limites do poderio militar | A Arte da Omissao

  8. Pingback: Em nome do Terrorismo 1 – Eurásia (o Palco) | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: