A Arte da Omissao

Armas silenciosas para guerras silenciosas (13)

Silent Weapons for QuietWars

Encontrado a 7 de Julho de 1986 numa fotocopiadora IBM comprada num leilão militar. Este documento estava na  posse dos serviços secretos  da Marinha Americana.

Negligência ou fuga intencional, este documento por segurança, não tem a marca ou logótipo da organização de onde provém. Mas recortes de informações e datas, deixam supor que se trata do grupo Bilderberg.
O clube Bilderberg pode ser considerado como  um clube  de “reflexão” que reúne as pessoas mais poderosas dos mundos financeiros, económicos, das forças militares, serviços secretos, alimentar, saúde.. . 

Cont. Tradução

Indutância Económica

O fenómeno principal de um indutor eléctrico (por exemplo, uma bobina ou fio) é a corrente eléctrica e o fenómeno secundário é o campo magnético (inércia).

No campo económico, um indutor económico tem o fluxo do valor económico como seu principal fenómeno e o campo da população como seu fenómeno secundário (inércia). Quando diminui o fluxo de valor económico (por exemplo, dinheiro), o campo de população humana “colapsa” para manter o valor económico (dinheiro) que flui (caso extremo – guerra).

Esta inércia pública é o resultado de hábitos de consumos, nível de vida desejado, etc. É geralmente é um fenómeno de auto-preservação.

Factores de indução a considerar:

(1) População
(2) Magnitude das actividades económicas do governo
(3) O método de financiamento das actividades do governo
(Consultar Peter-Paul Principle – inflação da moeda.)

A INDÚSTRIA FAMILIAR

As indústrias financeiras (banca), industriais e governos, contrapartidas reais das indústrias puras de capital, bens e serviços, são de fácil definição porque geralmente são estruturadas logicamente. Devido a este factor, os seus processos podem ser descritos matematicamente e os seus coeficientes técnicos podem ser facilmente deduzidos. Isso, no entanto, não é o caso da indústria de serviços conhecida como a indústria doméstica (familiar).

MODELOS DOMÉSTICOS

O problema que o economista teórico enfrenta é que as preferências dos consumidores domésticos não são de fácil previsão e os coeficientes técnicos de qualquer agregado tendem a ser uma função não-linear, muito complexa e variável em termos de renda, preços, etc.

Dados informatizados derivados do uso do código universal de produto em conjunção com compras feitas com cartão de crédito, sendo um identificador individual familiar, poderia mudar a situação, mas o método U.P.C. ainda não está disponível a nível nacional nem mesmo numa escala regional significativa. Para compensar essa deficiência de dados, uma abordagem alternativa indirecta de análise tem sido adoptada e é conhecida como teste de choque económico. Este método, amplamente utilizado na indústria transformadora de aviões desenvolve uma classificação estatística dos dados agregados

Aplicado à economia, significa que todas as famílias numa região ou em toda uma nação, são estudadas como um grupo ou classe e não individualmente, sendo o comportamento da massa, em vez do comportamento individual, usado para descobrir estimativas úteis dos coeficientes técnicos que regem a estrutura económica da indústria hipotética doméstica.

Um método de avaliação dos coeficientes técnicos da indústria doméstica depende do “abanar” dos preços de uma mercadoria e observar as mudanças nas vendas de todas as matérias-primas.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Um indutor eléctrico (por exemplo, uma bobina ou fio) tem uma corrente elétrica como seu principal fenômeno e um campo magnético como o fenômeno secundário (inércia).
Correspondente a este, um indutor económica tem um fluxo de valor económico como seu principal phenome non e um campo de população como seu campo secundário fenômeno da inércia.
Quando diminui o fluxo de valor econômico (por exemplo, dinheiro), o campo de população humana recolhe para manter o valor econômico (dinheiro) que flui (caso extremo – guerra).
Esta inércia pública é um resultado de hábitos, esperado nível de vida, etc. de compra dos consumidores e geralmente é um fenómeno de auto-preservação.
Anúncios

19 comments on “Armas silenciosas para guerras silenciosas (13)

  1. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (12) – Bilderberg « A Arte da Omissao

  2. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas – Bilderberg | A Arte da Omissao

  3. Pingback: Armas silenciosas paras guerras silenciosas (1) | A Arte da Omissao

  4. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (2) | A Arte da Omissao

  5. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (20) | A Arte da Omissao

  6. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (19) | A Arte da Omissao

  7. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (3) | A Arte da Omissao

  8. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (4) | A Arte da Omissao

  9. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (5) | A Arte da Omissao

  10. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (6) | A Arte da Omissao

  11. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (7) | A Arte da Omissao

  12. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (8) | A Arte da Omissao

  13. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (10) | A Arte da Omissao

  14. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (11) | A Arte da Omissao

  15. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (14) | A Arte da Omissao

  16. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (15) | A Arte da Omissao

  17. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (16) | A Arte da Omissao

  18. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (17) | A Arte da Omissao

  19. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (18) | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 2 de Dezembro de 2010 by in Bilderberg - Armas silenciosas para guerras silenciosas and tagged , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: