A Arte da Omissao

Armas silenciosas para guerras silenciosas (15)

Silent Weapons for QuietWars

Encontrado a 7 de Julho de 1986 numa fotocopiadora IBM comprada num leilão militar. Este documento estava na  posse dos serviços secretos  da Marinha Americana.

Negligência ou fuga intencional, este documento por segurança, não tem a marca ou logótipo da organização de onde provém. Mas recortes de informações e datas, deixam supor que se trata do grupo Bilderberg.
O clube Bilderberg pode ser considerado como  um clube  de “reflexão” que reúne as pessoas mais poderosas dos mundos financeiros, económicos, das forças militares, serviços secretos, alimentar, saúde.. . 

Cont. Tradução

AMPLIAÇÃO DAS FONTES DE ENERGIA

No processo de desenho de um amplificador económico, o passo seguinte é descobrir as fontes de energia.

As  fontes de energia que dão suporte a qualquer sistema económico primitivo são, obviamente, o fornecimento das matérias-primas, o consentimento da massa trabalhadora em trabalhar e consequentemente o assumir de uma certa posição, nível ou classe na estrutura social, isto é, fornecer trabalho nos vários níveis na hierarquia.

Cada classe, para garantir seu próprio nível de lucro, controla a classe imediatamente abaixo dela, portanto, preserva a estrutura de classe trabalhadora. Isso proporciona estabilidade e segurança, mas também permite que se governe a partir do topo dessa estrutura.  

Enquanto o tempo passa, melhoram as comunicações e a educação. Os elementos de classe mais baixa da estrutura social trabalhadora tomam conhecimento e “invejam” as boas coisas que os membros de classe acima deles têm. Começam também a atingir um conhecimento da energia dos sistemas e a capacidade de impor a sua subida através da estrutura de classe.  Isto pode ameaçar a soberania da elite.

Se o aumento de nível  das classes mais baixas puder ser adiado durante algum tempo, a elite pode atingir a dominância da energia, e o povo por consentimento deixa de ter uma posição sobre  a fonte de energia essencial. 

Até que a dominância de energia seja absolutamente estabelecida pela elite, o consentimento das pessoas para trabalhar e a autorização que outras pessoas possam gerir os seus assuntos devem ser tomadas em consideração, pois uma falha poderia ocasionar que o povo interferisse na transferência definitiva das fontes de energia para o controle da elite. 

É essencial reconhecer que, neste momento, o consentimento público ainda é uma chave essencial para a libertação de energia no processo de amplificação económica. 

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Cada classe, para garantir seu próprio nível de renda, controla a classe imediatamente abaixo dele, portanto, preserva a estrutura de classe.

19 comments on “Armas silenciosas para guerras silenciosas (15)

  1. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (14) – Bilderberg « A Arte da Omissao

  2. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas – Bilderberg | A Arte da Omissao

  3. Pingback: Armas silenciosas paras guerras silenciosas (1) | A Arte da Omissao

  4. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (2) | A Arte da Omissao

  5. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (20) | A Arte da Omissao

  6. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (19) | A Arte da Omissao

  7. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (3) | A Arte da Omissao

  8. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (4) | A Arte da Omissao

  9. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (5) | A Arte da Omissao

  10. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (6) | A Arte da Omissao

  11. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (7) | A Arte da Omissao

  12. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (8) | A Arte da Omissao

  13. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (10) | A Arte da Omissao

  14. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (11) | A Arte da Omissao

  15. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (12) | A Arte da Omissao

  16. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (13) | A Arte da Omissao

  17. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (16) | A Arte da Omissao

  18. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (17) | A Arte da Omissao

  19. Pingback: Armas silenciosas para guerras silenciosas (18) | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 6 de Dezembro de 2010 by in Bilderberg - Armas silenciosas para guerras silenciosas and tagged , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: