A Arte da Omissao

Dispostivos com software Android registam as localizações dos seus utilizadores

Software Android do Google colecta dados sobre os movimentos dos usuários de acordo com um pesquisador sueco de fotografia: Robert Galbraith

Smartphones que usam software Android, recolhem dados sobre  os movimentos dos utilizadores quase exactamente da mesma forma como o iPhone, de acordo com a análise aos ficheiros desses arquivos que ambas as marcas contêm.

A descoberta, foi feita por um pesquisador Sueco. O senador democrata Al Franken, escreveu ao chefe executivo da Apple, Steve Jobs, a exigir saber o  porquê dos iPhones manterem um arquivo secreto com as gravações das localizações dos seus usuários enquanto estes se movimentam, de acordo com o revelado pelo Guardian esta semana. Magnus Eriksson, um programador Sueco, tem provado  que os Phones Android  – neste momento são os smartphones mais vendidos – fazem o mesmo, mas por um período mais curto.

Algumas das questões pertinentes colocadas nessa carta:

* Porque é que a Apple recolhe e compila estes dados com as coordenadas das localizações? Porque é que a Apple escolheu iniciar esta recolha com o seu sistema operativo iOs 4?

* Esta recolha e compilação é feita para laptops?

* Como é gerada esta informação? (GPS, triangulação por Wi-Fi, etc)?

*Com que frequência é feita a gravação da localização do utilizador?  O que desencadeia o criação deste registo de localização?

*Qual a precisão dos dados da localização? Pode registar essa localização a 50 metros, 100 metros, etc?

* Porque é que estes dados não são encriptados?

*Porque é que os consumidores da Apple nunca foram informados desta recolha e da retenção dos dados relativos à sua localização? Porque é que a Apple não requereu um consentimento afirmativo para esta acção?

* Acha a Apple que esta conduta está coberta  ao abrigo dos termos da  sua política de privacidade? (Ver Politica de Privacidade da Apple, em ” Location-bases Services”, disponível em http://www.apple.com/privacy.)

* Para quem, se alguém, incluindo Apple, estes dados são divulgados? Quando e porquê essa divulgação é feita?

De acordo com arquivos descobertos por Eriksson, os dispositivos Android mantêm um registo dos locais e identificações exclusivas das últimas 50 antenas de rede móveis com as quais os dispositivos comunicaram e as últimas 200 redes Wi-Fi que têm “visto”. Estes são substituídos, o mais antigo em primeiro lugar, quando a lista relevante está cheia. Ainda se desconhece se as listas são enviadas para a Google. O que difere da Apple, onde os dados são armazenados para um ano.

Além disso, o arquivo não é de fácil acesso aos utilizadores: são exigidos alguns conhecimentos  de informática para extrair estes dados.

O senado Franken  pediu explicações sobre  a finalidade e a extensão do controle do iPhone. “A existência destas informações – armazenadas num formato não encriptado  – suscita preocupações de privacidade muito sérias,” Franken na sua carta refere, : Quem tem acesso a este único arquivo provavelmente poderá determinar o local da residência do utilizador, das empresas que frequenta, os médicos que visita, as escolas que seus filhos frequentam e viagens feitas- ao longo dos últimos meses ou até um ano”.

Franken assinala que um iPhone  ou iPad roubado ou perdido poderá ser usado para mapear movimentos precisos do seu dono, até de crianças com idades inferiores aos 13 anos. Outro pesquisador de segurança, Alex Levinson, refere que descobriu o arquivo dentro do iPhone no ano passado, e que tem sido usado nos Estados Unidos pela polícia num  número de casos. Ele acha que o  seu objectivo é simplesmente ajudar a determinar uma localização, através do telefone, e que ele encontrou evidências de que o arquivo seja  enviado para a Apple. No entanto documentos apresentados pela Apple ao  Congresso dos EUA sugerem que ele usa os dados se o usuário concorda em dar à empresa “informações de diagnóstico” do seu iPhone ou iPad.

A descoberta que dispositivos Android – que estão a ser  os produtos mais vendidos no espaço smartphone – também colectam dados de localização – indica o quão essencial essas informações se tornaram para o seu funcionamento. “Serviços de localização”, são cada vez mais justificados como importantes para a prestação de melhores serviços, incluindo publicidade – que constitui a base de negócios do Google.

Eriksson diz que descobriu o arquivo depois de ver  as notícias sobre o arquivo do iPhone. “Ao seguir pela internet as indignação/reacção à revelação que o iPhone tem uma cache para seu serviço de localização, eu decidi dar  uma olhadela para ver se meus dispositivos Android armazenam em cache para a mesma função,” Eriksson forneceu no seu site o código para examinar o arquivo.

Fonte: http://www.guardian.co.uk/technology/2011/apr/21/android-phones-record-user-locations

Ao ler vários comentários acerca desta notícia, no Guardian, verifico que este serviço de localização para a maior parte dos intervenientes, não lhes parece “mal”. Sabem que não têm privacidade, mas enfim é o risco da tecnologia.

A Humanidade parece um robot acéfalo. Basta absorver, consumir, consumir…. Recuperar a nossa individualidade deveria estar a ser ensinado de novo nas escolas.

Anúncios

2 comments on “Dispostivos com software Android registam as localizações dos seus utilizadores

  1. Paulo
    26 de Abril de 2011

    Eu também possuo um smartphone Android, mas tive o cuidado de não aceitar o registo dos dados de localização, no registo inicial. Além disso, uso muito pouco o GPS e as ligações de dados, desligo assim que termino as tarefas.
    Aqui vai um artigo relacionado: http://pplware.sapo.pt/informacao/location-cache-map-o-android-regista-a-sua-localizacao/
    Aconselho-a a participar neste blogue, pois é uma boa forma de divulgar o “Arte de Omissão”. O Peopleware é muito visitado.

    Gostar

  2. Pingback: prisioneiro da google | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 25 de Abril de 2011 by in Tecnologia and tagged , , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: