A Arte da Omissao

Irão – Novo Iraque?

Em 2008, nas candidaturas presidenciais de 2008, Barack Obama e Hillary Clinton avisaram de um arsenal nuclear iraniano e ocasionalmente falaram como se fosse já um facto,  que o Irão tinha decidido construir a  a bomba. Após a invasão do Irão pelo Iraque, os Estados Unidos aumentaram as sanções contra o invasor. Em 1984, as sanções são aprovadas e é proibida a venda de armas e a assistência do U.S. ao Irão. Os Estados Unidos também foram contra os empréstimos  das  instituições financeiras internacionais. Em 1987, os Estados Unidos  proibiram a importação e exportação de quaisquer bens ou serviços do Irão.

Mas os Srs. todos poderosos não ficam por aqui. impuseram também sanções contra sete empresas estrangeiras que têm negócios com o Irão, por terem violado a proibição existente dos US. A Empresa de petróleo estatal da Venezuela, Petróleos de Venezuela (PDVSA), está entre os visados por estas medidas. Outras empresas são dos Emirados Árabes Unidos, Israel, Singapura, Mónaco e Jersey. Um oficial Americano, disse que estas sanções vão acrescentar “ainda mais pressão” sobre o Irão e parar o que os Estados Unidos e outros acreditam ser um programa de armas nucleares. Ler mais : http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-13528637

Mas ainda está recente na memória, Iraque e armas de destruição maciças…...

Ex chefe da AIEA diz  não ter encontrado “Nenhum vestígio de evidência”, de construção de ramas nucleares no Irão.

Mohamed ElBaradei, que passou 12 anos na AIEA, disse ao jornalista investigador, Seymour Hersh, “não acredito que o Irão seja um perigo actual. Tudo o que vejo se resume em propaganda sobre a ameaça representada pelo Irão.”

Irão e a bomba- Será real a ameaça nuclear?

Existem evidências, incluindo até algumas classificadas de agências da inteligência Americana, que sugerem que os Estados Unidos poderão estar em perigo de repetir um erro semelhante ao que fizeram com Saddam Hussein do Iraque,  há oito anos.

Os dois  mais recentes relatórios da National Intelligence Estimates (N.I.E.), acerca do progresso nuclear do Irão, afirmam que desde 2003, não há nenhuma evidência conclusiva de que o Irão tenha feito  qualquer esforço para construir a bomba. Mais em
http://www.newyorker.com/reporting/2011/06/06/110606fa_fact_hersh

Seymour Hersh, um dos principais jornalistas dos Estados Unidos, escreveu uma reportagem na revista New Yorker desta semana questionando se o Irão realmente desenvolve armas nucleares. Na avaliação dele, muitas evidências mostram que, na realidade, o regime de Teerão não estaria em busca deste arsenal atômico.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 5 de Junho de 2011 by in Irão and tagged .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: