A Arte da Omissao

Conceitos – Temas Sociais Dominantes

Conceito interessante:

Um tema social dominante pode ser considerado um sistema de crença acerca de um “suposto” problema social ou natural, lançado pela elite financeira. Cresce  através da repetição, até se tornar num arquétipo. O “problema” pode ser centrado em  pessoas (superpopulação) ou causado por pessoas (aquecimento global).

Os temas sociais dominantes são frequentemente iniciados a partir dos centros   da elite do poder, como as Nações Unidas, o Banco Mundial, Organização Mundial do Comércio e Organização Mundial da Saúde, onde os “problemas”  são “declarados” para serem como tal. Os temas são, de seguida, retransmitidos pela grande média.

As características de um “problema” que impulsionado pode gerar um tema social dominante são:

• O problema é apresentado, como um que só pode ser resolvido por autoridades.

• A solução prescrita requer uma acção por, e uma maior autoridade para, instituições sociais e políticas que estão distantes das sociedades que fingem beneficiar.

• Persistência em relembrar o problema, não sendo importante a evidência de que o problema seja fictício, trivial ou irremediável.

A ONU é um exemplo de uma solução baseada em autoridade para um problema proposto por um Tema Social Dominante. O problema pode ser um conflito internacional, incluindo uma guerra.

Exemplos de “problemas” que  deram suporte à criação de temas sociais dominantes :

Gripe das aves: embora raramente transmissível de humano para humano, a doença foi  promovida a um enorme problema ao enfatizarem a elevada taxa de mortalidade entre as poucas pessoas infectadas.

Gripe suína: esta doença foi o complemento temático da gripe das aves. Mesmo que a taxa de mortalidade fosse normal tendo por padrão a gripe sazonal, a doença foi promovida também a um grande problema, ao enfatizarem  a facilidade de transmissão entre os humanos.

Ambas as gripes incentivaram a militarização de cuidados de saúde. Deram suporte a planos de “Estado de emergência” nos países ocidentais e conseguiram que  populações inteiras aceitassem estar em quarentena. Enriqueceu A “Biga Parma” e seus respectivos accionistas, ao geraram  a demanda para as vacinas e outros medicamentos.

Pico do petróleo: A crença de que o fornecimento de petróleo está à beira da exaustão, beneficia os produtores com o inerente aumento dos preços , fornece a justificação para a regulamentação com normas de eficiência energética, beneficiando determinados fabricantes, e subsídios para empresas envolvidas com as “energia alternativa” (biodiesel, energia solar, eólica e outros).

Fonte: http://www.thedailybell.com/2717/Anthony-Wile-Why-Gold-Could-Go-Much-Higher

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 3 de Agosto de 2011 by in Manipulação and tagged .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: