A Arte da Omissao

Luís Amado – quanto recebeste para nos venderes?

Com amigos destes, quem precisa de inimigos?

O telegrama da embaixada norte-americana em Lisboa datado de 2009-07-13, divulgado em 2011-08-26 pela Wikileaks, relata que sem a ajuda crucial  “por detrás do pano”,  do  amigão de Portugal Luís Amado, ao exercer pressões sobre  Alberto Costa, não teria sido possível assinar a 30 de Junho do mesmo ano, o  acordo  de “partilha” dos  dados biométricos e de ADN de cidadãos Portugueses com os Estados Unidos.  Relembro que  o PSD  na altura se opôs, mas agora prepara-se para o aprovar no Parlamento, ignorando o chumbo da Comissão de Protecção de Dados.

Alberto Costa estava preocupado com as questões  do Ministério da Justiça sobre leis de privacidade e o uso de dados pessoais até ao último minuto – reza o telegrama – mas a pressão de Luís Amado, fez com que  o acordo fosse  concluído, horas antes da chegada Janet Napolitano.  O mesmo refere que  reinava um bom ambiente, pois tratava-se da primeira visita de uma figura da administração Obama

Por se tratar de um acordo perfeitamente “banal” e nós Portugueses,   nem  necessitávamos de autorizar ou não a  transmissão dos nossos dados pessoais  a uma das potências mais criminosa à face da Terra ,  este acordo chegou aos conhecimento dos Portugueses,  só em Janeiro de 2011 e  porque foi publicado no site da administração norte-americana.  

Que consideração! Às escondidadas!  Mas o que se esperava?  É assim mesmo o modus operandus do Governo Americano. E Portugal (seja que governo for) parece um cachorrinho atrás do dono. Que patético.

A Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) emitiu na altura, um parecer negativo ao acordo celebrado, “sublinhando não contemplar as  necessárias garantias exigidas pela lei nacional e pela legislação europeia para a transferência de dados pessoais, a fim de suprir a falta de um nível de protecção adequado nos EUA”.

Vamos fazer um pouco de história:

Relembro que  o PSD  na altura se opôs, mas agora prepara-se para o aprovar no Parlamento, ignorando o chumbo da Comissão de Protecção de Dados.

Política Portuguesa  – Vira Casacas (vídeo)

Pois, que vergonha eu tenho da nossa classe política! Numa contradição com a posição assumida em São Bento em Fevereiro de 2010,  na semana passada  foi aprovada em Conselho de Ministros,  uma resolução para que o Parlamento dê luz verde a este acordo o qual vai  permitir  a cedência de dados biográficos, biométricos e de ADN de cidadãos nacionais aos EUA.

SEM O NOSSO CONSENTIMENTO!!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 26 de Agosto de 2011 by in Portugal, Vigilância and tagged , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: