A Arte da Omissao

Intenção de ex-políticos pagarem contribuição solidária

“O sistema assenta nos bancos. O sistema está fundado no poder dos bancos. Por isso tem de ser destruído a partir dos bancos. Três, dez milhões de pessoas, se foram aos seus bancos e retirarem o seu dinheiro, estes colapsam. Assim começa a verdadeira ameaça, a verdadeira revolução, sem sangue, sem armas .. e desta forma seremos ouvidos…..” 

   Eric Cantona

Acho brilhante!!! Bem pensado.

Ainda acredita na inocência do sistema financeiro? Está à espera de entrar no ano 2012 e perceber de uma vez por todas, porque é que na Grécia, se luta na rua?

A ideia do vídeo é brilhante.

Todos “deixámos”, que este sistema financeiro corrupto e criminoso, se implantasse nos últimos 40 a 50 anos. Agora acordamos, pessoas, governos… porque este sistema resolveu aplicar um teste de choque, e tirar o tapete. Com os seus agentes especulativos que só falam no terror dos “mercados perderem a confiança”, induzem aos  devedores que paguem agora,  este mundo mais o outro + juros, sabendo eles de antemão que não vai chegar, só se pagarmos mais juros de juros,…. porque o sistema não quer que chegue. É assim que enriquecem ainda mais, colocando os países verdadeiras marionetes nas suas mãos. Depois de tanto dinheiro “emprestado” à Grécia, esta está à beira, se não já dentro de um default. E o que acontece? Os “tais mercados que perdem a confiança”, pensam, como qualquer credor pensa – vamos cá renegociar a coisa, talvez com algum “perdão”   à mistura, mas vamos ver se não perdemos TUDO.

E as marionetas, como pagam? Não com a “plata” deles,  dos que estão / estiveram de alguma forma ligados ao circo dos governantes, dos banqueiros.., das grandes corporações…  É com o nosso dinheiro. E o mais estranho, é que nos fazem o ninho na cabeça e nós deixamos. Roubam-nos escandalosamente, mas “o que é que podemos fazer…?”, “sozinho o que posso fazer?”….

Ainda hoje, o ministro das Finanças, nos atirou mais uma mão cheia de areia para os olhos. Não sentiram? Caramba, areia nos olhos não é pêra doce. Então, resolveu informar (só hoje)  que “o governo «está determinado» em chamar todos a prestar sacrifícios e, por isso, vai propor  uma «contribuição solidária» aos antigos responsáveis políticos.

Pois, entende-se o porque de nos informar só hoje. Alguém se esqueceu de escrever este ponto nos papéis da apresentação do orçamento para 2012.  Mas o  destino, esse filho da mãe do destino, colmatou essa  falha, ao ser noticiado hoje, que as pensões vitalícias da maioria dos antigos titulares de cargos políticos mantêm-se intactas.  Mas porquê tal benesse? Porque, diz o Sr. Ministro, «as subvenções dos políticos são pagas em apenas 12 prestações anuais, logo a questão dos 14 meses não se aplica». Voilá!

Ao zé-povinho vende-se logo, não é necessário perguntar se ele quer. Aos antigos responsáveis políticos é de bom-tom, fazer-se primeiro uma proposta.

Que cabeça a minha. Esqueci de mencionar o rebuçado que o Sr. Ministro nos enfiou também hoje pela goela a baixo, quando falou aos jornalistas na Assembleia da República, que  o Executivo vai «colocar um limite à acumulação de pensões com outras prestações  equivalentes». 

Como estou feliz com tanta intenção.

Mas a ideia Eric Cantona é excelente. Pensem nisso.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 18 de Outubro de 2011 by in classe política, corrupção, DIANTE DOS NOSSOS OLHOS, Portugal and tagged , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: