A Arte da Omissao

Argentina – os bebes sequestrados

Finalmente os Estados Unidos da América abrem os arquivos sobre os sequestros dos bebes argentinos, sete meses depois de recusarem o apelo do movimento May Square Grandmothers,  argumentando ser um  “desperdício de tempo e de recursos”. A documentação liberada pela Embaixada dos EUA em Buenos Aires é chocante e nela se destaca os males do fascismo.

Em Maio de 2011, o congressista democrata Maurice Hinchey declarou  que “seria um desperdício de tempo e de recursos” para as instituições U.S., liberar  esta documentação, depois do apelo da associação Abuelas de Plaza de Mayo /May Square Grandmothers /Avós da Praça de Maio,  associação civil criada para investigar as alegações de que crianças e bebes foram retirados às famílias de membros da oposição ao regime fascista da Argentina.

Agora, os documentos chocantes e importantes foram entregues à associação. Apontam para o sistemático rapto de crianças de membros da oposição contra o fascismo na Argentina. Umas foram vendidas, outras simplesmente abandonadas nas ruas e outras registadas como filhos dos membros do regime.

Depois da ação concertada das Abuelas, três parágrafos do documento, bloqueados desde 2002, foram revelados para mostrar que havia uma política sistemática de sequestro de crianças: “Plano sistemático para raptar crianças” praticado pelas forças fascistas. Esta política foi definida e organizado pelos militares.

O documento em questão revela  comunicações entre o embaixador argentino em 1982, Lucio Alberto Garcia de Silar e o  Secretário de Estado U.S. responsável pela Argentina, Elliott Abrams, em que o antigo informou o último que os “desaparecidos” foram morto e que seus filhos tinham sido arrancados de suas famílias. As Abuelas  tiveram que recuperar a identidade de 103 dos 500 bebes sequestrados pelos fascistas. Estas crianças foram privadas de  saber quem eram seus pais verdadeiros, ou de viver com suas famílias. 

Que os EUA sabiam e evidentemente nada fizeram, não surpreende ninguém nos dias de hoje. Depois de Abu Ghraib, depois de Guantanamo Bay, depois de Vietname, Iraque e Líbia, o que esperar mais do comportamento demoníaco?

Fonte: http://www.voltairenet.org/Argentina-The-USA-knew-of-the

Links relacionados:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/03/110304_argentina_unesco_avos_mc.shtml

Advertisements

2 comments on “Argentina – os bebes sequestrados

  1. maria celeste ramos
    8 de Janeiro de 2012

    DELMIRA-mas eu vi há pouco tempo e creio que até enviei ao AVERTAR – um resumo mal feito pois escrevia à medida que via e escrevo mal mas achei a reportagem diabólica e intitulada BÉBÈS ROUBADOS – em Espanha e com a conivência de uma Fraira que os retirava às parturientes e diziam que tinham morrido e traficava-as para Europa e USA num comércio diabólico e altamente rentável – crei que este documentário que vi, feito por ESpanha, era de 2002 – nem sei se poderá ainda ver algures pois é recente – só não sei a que época histórica de Espanha se refere pois a minha memória já é uma porcaria – se eu não apaguei já o que escrevi mandar-lhe-ei.Eu não sabia que o mesmo acontecera, como diz, nos USA – mas aí o que é que não pode acontecer mas sendo o pior todas as guerras fabricadas no mundo inteiro – que o diga TIMOR não acha ?? ??? – mcd’or-SIC 08-03:20 Amina espanhola interrogada em marrocos 24 horas e presa em El-Ayou empilhada numa cela-Em 2002 e 2005 ??? Chamada a “prisão negra”-não quero ouvir-Sarauii presos no tempo de Assan II – com o agora – como tudo se repete ainda mais requeintado – Marrocos e israel mas que parecença

    Gostar

    • urantiapt
      8 de Janeiro de 2012

      Celeste

      O relatado no artigo aconteceu na Argentina nos anos 70. Só que os Estados Unidos tinham conhecimento e só agora tornaram publico os documentos.

      A Associação Civil Avós da Praça de Maio é uma organização de direitos humanos argentina que tem como finalidade localizar e restituir todas as crianças sequestradas ou desaparecidas pela ditadura militar argentina (1976-1983) à suas legítimas famílias, criar as condições para prevenir este crime de lesa humanidade e obter o castigo correspondente para todos os responsáveis. É presidida por Estela Barnes de Carlotto e tem sua sede central em Buenos Aires. Em 12 de maio de 2008 foram nominadas ao Prêmio Nobel da Paz.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 8 de Janeiro de 2012 by in Afinal Quem é Terrorista?, Argentina and tagged .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: