A Arte da Omissao

SAÚDE – Tome decisões

Sabe o que é  (BPA)?

O bisfenol A é um composto químico que pode ser encontrado em:

* plásticos que apresentam na sua composição o policarbonato

* revestimentos internos de latas que condicionam alimentos.

* utensílios de cozinha, em especial nos utensílios infantis, biberões, chupetas, copinhos, pratinhos e talheres infantis..

A UN proibiu a produção (em Março de 2011), importação e comercialização (a partir de Junho de 2011) de biberões com bisfenol-A.  A proposta partiu da Comissão Europeia e foi validada pelos Estados membros.

Lisette van Vliet, da Aliança para a Saúde e Ambiente, explica as razões desta interdição: “Há muitos objectos onde o bisfenol A é usado e muitos deles entram em contacto com a comida. Por exemplo, uma tigela destinada ao uso de crianças, tem um símbolo no fundo, um triângulo com o número sete, isso significa outros plásticos, não é um plástico específico, é uma amálgama de plásticos. É possível que seja policarbonato e que exista bisfenol A. Por isso, se puser uma substância gordurosa na tigela, a colocar no micro-ondas e a aquecer, é possível que o BPA se transfira da tigela para a comida”.

“O BPA é uma molécula instável que pode passar das embalagens para os alimentos apenas com alterações de temperaturas ou através de eventuais danos na embalagem”, explica Cristiane Kochi, médica Endocrinologista e Pediatra e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Portanto, o leite da criança pode ser contaminado, por exemplo, quando uma biberão de plástico com BPA é levada ao micro-ondas.

O principal perigo da exposição ao bisfenol A está no facto de ser um desregulador endócrino. “No organismo, o BPA comporta-se de maneira semelhante ao estrógeno, um hormona feminino. Ele interfere directamente com o funcionamento de algumas glândulas endócrinas e pode aumentar ou diminuir a acção de vários hormonas”, explica Tânia Bachega, endócrinologista do Hospital das Clínicas e coordenadora da campanha “Diga não ao bisfenol A”.

Este composto químico atinge com mais gravidade,  fetos e crianças, por estarem em fase de desenvolvimento. No entanto é também prejudicial para os adultos, pois todos estamos em contacto com muitos produtos que o contêm  (enlatados que contêm  BPA como revestimento interno) e lidamos com alimentos armazenados em recipientes de plástico. Mudanças de temperatura,  mesmo pequenas, são suficientes para libertar o BPA.

Pesquisas com animais em laboratório sugerem que o consumo do BPA esteja relacionado com pior qualidade do esperma (queda de produção, espermatozóides imóveis ou mesmo a sua morte),  infertilidade, atribuída à actividade estrogénica do BPA. Observou-se também um potencial cancerígeno do BPA, em especial no câncer de próstata. Nas mulheres, a alteração genética causada pelo BPA pode desencadear infertilidade e câncer de mama. Tanto em homens como mulheres, estudos associaram o BPA à obesidade. “Não há ainda uma explicação exacta para isso, mas acredita-se que o bisfenol A altere a máquina celular e provoque um acumulo das células adiposas”, afirma Elaine Frade Costa, médica supervisora do serviço de Endocrinologia do Hospital de Clínicas de São Paulo. Também foi relacionada a exposição ao BPA com alteração da tiróide e interferência no sistema imunológico.

Fontes: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/como-manter-o-bisfenol-a-longe-de-seu-filho

Como saber se o produtos contém BPA?

Existem sete classificações internacionais para o plástico. Os plásticos que apresentam maior risco de conter BPA são os classificados nos grupo 3 e 7. Este número, por exemplo nos biberões, normalmente aparece dentro de um triângulo na parte inferior do produto.

TUPPERWARE

“No entanto, enquanto continuarmos a monitorizar este debate científico que pode influenciar os reguladores, incluindo quaisquer decisões finais deles, nós estaremos a par das reacções dos consumidores com relação ao policarbonato e a preocupação que foi levantada quanto aos produtos infantis. Consequentemente, A TUPPERWARE NÃO UTILIZA POLICARBONATO EM PRODUTOS DESTINADOS A CRIANÇAS. Temos testado e desenvolvido novos materiais que melhoram o desempenho dos nossos outros produtos que até agora têm sido produzidos com policarbonato.” Leia mais aqui.

###############

Para melhor se perceber esta questão, aconselho que vejam o documentário “bag it“. Invistam uma hora das vossas vidas, num eventual despertar e em mudanças benéficas para nós mas em especial para a geração em formação neste momento.

Vamos parar de consumir material em plástico que mais cedo ou mais tarde é deitado fora. Vejam neste documentário, para onde vão as garrafinhas de água depois de as deitarmos  fora. Para não falar no perigo que nos expomos quando as mesmas garrafinhas ficam expostas ao sol e depois ao frio….

Nota: frases / palavras a negrito ou sublinhadas são da minha responsabilidade

Advertisements

5 comments on “SAÚDE – Tome decisões

  1. Pingback: Midway | A Arte da Omissao

  2. Chatice
    1 de Março de 2013

    A questão é porque estes tóxicos são adicionados nos produtos (para fazer negócio, a obselescência planeada). Por cada substância retirada do mercado, qiantas entram que terão efeitos planeados e semelhantes no futuro?

    Gostar

  3. Pingback: Temos que salvar a Terra e ter mais saúde quando formos velhotes | A Arte da Omissao

  4. Pingback: 10 estudos científicos que provam que os OGM podem ser prejudiciais para a saúde humana | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 17 de Março de 2012 by in Pásticos, Planeta Terra, Saúde and tagged , , , , , , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: