A Arte da Omissao

Inglaterra – A manipulação da taxa interbancária britânica, Libor


“LIBOR é uma sigla de London InterBank Offered Rate. A LIBOR é uma taxa média de juros, indicativa contra a qual um grupo representativo de bancos (painel de bancos) efectua empréstimos sem garantia entre si e realizados no mercado monetário londrino. Embora se fale muitas vezes da taxa LIBOR há, na realidade, 150 taxas LIBOR diferentes. LIBOR é calculada para 15 períodos de duração diferentes e em 10 moedas diferentes. As taxas LIBOR oficiais (bbalibor) são publicadas diariamente por volta das 11:45 horas GMT por Thomson Reuters por encomenda da British Bankers’ Association (BBA). Estas taxas só podem ser publicadas por parceiros da BBA – o que é o nosso caso. Neste sítio podem ser consultadas diariamente as taxas LIBOR actualizadas entre as 17 e as 18:00 horas GMT.”  Para saber mais sobre esta taxa consulte aqui.

Em Maio de 2008, foi vinculada a notícia que um grupo de grandes bancos, como UBS e Citigroup, estariam a apresentar taxas mais baixas do que as que estavam dispostos a pagar para pedir dinheiro emprestado a outros bancos. Na altura era referido que os bancos terão apresentado números bastantes mais baixos do que aqueles que o mercado justificava, para esconder a pressão interbancária sentida com a  crise financeira.  

“O banco Barclays manipulou a taxa de juro interbancária Libor em 2008 para tentar evitar uma intervenção pública, pensando que tinha o apoio do Banco de Inglaterra, revelou ontem o ex-CEO da instituição.” Leia mais aqui

“O escândalo reporta precisamente a 2008, o ano da falência do Lehman Brothers, o ano do salve-se quem puder e, pelo vistos, como puder. Foram manipuladas taxas de juro por operadores de mercado, em benefício próprio, em prejuízo dos clientes, em violação da lei. Em Inglaterra, onde as instituições funcionam. No Barclays, um banco que não solicitou a ajuda do Estado. Envolvendo, supõe-se, outros bancos: o Citigroup, o Bank of America, a UBS. Eventualmente envolvendo gente do próprio Banco de Inglaterra e do Governo. Isto não são maçãs podres, isto é a nata da nata. ” Leia mais aqui.

O gabinete britânico de combate às fraudes financeiras graves (SFO) decidiu esta sexta-feira desencadear um inquérito criminal no âmbito das manipulações das taxas de juro interbancárias, que já implicaram a demissão de três alto dirigentes do banco Barclays. Na segunda-feira, o presidente do banco, Marcus Agius (1), anunciou a demissão para tentar serenar o escândalo. O diretor-geral Bob Diamond e o director das operações Jerry del Missier também anunciaram a demissão no dia seguinte.O caso poderá atingir outros bancos, após a abertura de inquéritos em vários continentes.” Leia mais aqui.

“Depois do Barclays, chegou a vez do RBS, Royal Bank of Scotland. A FSA, autoridade encarregada de investigar o sector financeiro, poderá multar o banco em 186 milhões de euros.Tal como aconteceu no Barclays, na origem do problema está a manipulação da taxa interbancária, Libor.Para além do Barclays e RBS, o HSBC e o Lloyds estão igualmente implicados no escândalo.” Leia mais aqui.

O caso Barclays teve reflexos imediatos em toda a banca europeia. Em Londres, as ações do banco britânico cairam 15,53%, as maiores perdas desde 2009, a maior queda da bolsa de Londres. O Barclays tentou resolver o caso, que o envolve em alegadas manipulações das taxas interbancárias. Leia mais aqui.

O regulador alemão abriu uma investigação sobre a possível implicação do Deutsche Bank na manipulação da taxa Libor, que já levou três membros do Barclays a demitirem-se. Leia mais aqui

Bruxelas admitiu ontem que a investigação sobre possíveis práticas ilegais, na manipulação de taxas de juros, por bancos que operam com derivados é um assunto com “prioridade máxima”. Leia mais aqui.

(1) Marcus Agius – Marcus, casou com Katherine, nascida em 1949 e filha de Edmund de Rothschild da Família bancária Rothschild de Inglaterra e tem um envolvimento directo com a propriedade da família Rothschild, Exbury Gardens em Hampshire .

                                                                                                  ###########

Algo que não encaixa nesta quase global investigação. Estamos a falar de quem basicamente governa financeiramente a Inglaterra e não só. (não esquecer que o sistema financeiro inglês/Europa está em grande parte na mão da Família Rothschild)

Com base numa investigação de 2008, começa agora esta caça aos gambozinos? 

Cenas destas já  foram anteriormente forjadas para provocar crash de bolsas. E quem as forjou ganhou MUITO dinheiro.

Vamos  aguardar pelos desenvolvimentos.

 

Advertisements

One comment on “Inglaterra – A manipulação da taxa interbancária britânica, Libor

  1. maria celeste ramos
    8 de Julho de 2012

    MAS QUE CRIATIVIDADE HONRADA – SÓ DA UK E NA UK

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 8 de Julho de 2012 by in Inglaterra and tagged , , , , , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: