A Arte da Omissao

Escândalo Libor

Novos detalhes oriundos de documentos judiciais e fontes próximas à investigação do escândalo Libor,  sugerem que um grupo de corretores, que trabalhou com os três maiores bancos europeus, esteve fortemente envolvido na manipulação das taxas interbancárias.

Até agora, grande parte dos corretores envolvidos estavam ligados ao Barclays, que no mês passado chegou a um acordo no valor de US $453 milhões de dólares com as autoridades dos Estados Unidos e Reino Unido, pelo seu papel na manipulação das taxas.

Agora, novos dados tornam claro que outros que trabalhavam com mais dois grandes bancos, –  Royal Bank of Scotland Group Plc e UBS AG – desempenharam um papel central.

Barclays PlcRoyal Bank of Scotland Group Plc e UBS AG, empregaram mais de uma dúzia de correctores que procuravam influenciar as taxas em dólares, euros ou ienes. 

O escândalo LIBOR, que começou a vir à luz do dia em 2008, tornou-se numa bomba relógio para os reguladores e com grande foco para os políticos de ambos os lados do Atlântico. A questão está relacionada com a manipulação entre, pelo menos, 2005 a 2009, das taxas que são usadas para determinar o custo de triliões de dólares de empréstimos, incluindo tudo, desde empréstimos  a casas a taxas de cartão de crédito.

Reuters teve conhecimento que, de acordo com pessoas familiarizadas com a situação, um ex-funcionário do Barclays que está a ser investigado, é Jay V. Merchant.

Jay, comerciante que supervisionava a mesa das negociações dos swaps do Barclays de Nova York, trabalhou para o banco de Março de 2006 a Outubro de 2009, de acordo com registros de emprego mantidos pela U.S. Financial Industry Regulatory Authority (FINRA). Actualmente, detém uma posição similar no UBS.

Pessoas ligadas com a investigação disseram também que as autoridades estão a investigar se alguns correctores tentaram influenciar a taxa Libor, através da comunicação com outros operadores em Londres, de forma a obterem um maior retorno sobre certas trocas que estavam a ser negociadas. O departamento de Justiça não quis comentar. 

Fontes:

At least three banks seen central to Libor rigging

Behind the Libor Scandal

O escândalo Libor em imagens

Links desta cor são da minha responsabilidade.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: