A Arte da Omissao

Mais uma falácia

privacidade

Com mais outra falsa bandeira, o combate à evasão fiscal, este governo resolveu aliciar-nos com uma cenoura envenenada. Os Tugas que exijam facturas na aquisição de bens e serviços nas  áreas:

a) Secção G, Classe 4520 — Manutenção e reparação
de veículos automóveis;
b) Secção G, Classe 45402 — Manutenção e reparação
de motociclos, de suas peças e acessórios;
c) Secção I — Alojamento, restauração e similares;
d) Secção S, Classe 9602 — Atividades de salões de
cabeleireiro e institutos de beleza. Mais Aqui

podem deduzir em sede de IRS até 5% do IVA. A dedução máxima é de 250 Por família. Vamos fazer contas.

Qual é o comum mortal (peixe miúdo) que vai conseguir gastar até gastar 26.739 euros por ano em produtos relacionados com as quatro áreas acima referidas? Para atingir o máximo, teriam que gastar 2.200€ por mês. Estamos a falar de grandes gastos mensais para a classe média que deixou de o ser. E à pala de ganharmos uns trocos, vamos dar mais uma bastonada na nossa privacidade.

O embuste é o combate à evasão fiscal.  Mas na minha opinião, a história é outra.

Começaram por saber todos os passos que  um cartão de débito / Crédito dá. Mas, esse mesmo cartão pode ser usado por vários contribuintes, (marido e mulher, por exemplo)não é?

Mais um ataque à nossa privacidade, que cada vez mais valorizo. Com uma cenoura que poder valer até 250€, vamos espremer-nos e contar-lhes quantos arranjos fazemos ao carro, quantas vezes dormimos fora de casa e aonde, se alugamos casas nas férias, se temos muito cabelo ou não e se investimos muito nele, quantas vezes comemos fora de casa e aonde, etc, etc. Se a ideia pegar, quem sabe  se não vão tentar aprofundar mais o conhecimento noutras áreas das nossas vidas. ELES NÃO VÃO DAR O EXEMPLO.

E, com tal conhecimento destes nossos passos,  até poderão apurar que ainda podemos ser mais um pouco espremidos.

Já há pessoas a pedirem facturas de cafés!!. POR FAVOR, expliquem estes cálculos à família, amigos e conhecidos.

NÃO PODEMOS deixar que o estado invada e controle desta forma as nossas vidas. Depois não há retorno. Pobres, mas dignos. LUTEMOS pela NOSSA privacidade. Não alimentemos este sistema corrupto. A Nossa privacidade vale muito mais do que 250€.

2 comments on “Mais uma falácia

  1. voza0db
    3 de Janeiro de 2013

    Olá… Já faço o que a a seguir descrevo há bastante tempo… Assim de memória pelo menos há mais de dois anos…

    Sempre que recebo a esmola pela venda do meu trabalho físico e mental vou sempre às mesmas caixas ATM e próximo da residência, e nelas levanto todo o dinheiro que recebi, à excepção do dinheiro para pagar a prestação da casa… A minha única dívida de longo prazo… Eu e a minha mania de querer viver acima das possibilidades!
    A partir daí… ZERO CARTÃO!
    Assim como faço o levantamento sempre nas mesmas caixas e como são próximo da residência, pouco mais a máfia sabe sobre os meus hábitos/movimentos geográficos… Para mim é indiferente, mas para muitas pessoas assim com dinheiro em espécie é-lhes mais fácil controlar os gastos.

    De resto a cena ridícula de pedir a factura de uma café é bom sinal do estado avançado de FORMATAÇÃO CEREBRAL dos ESCRAVOS…

    Claro que todos os que me rodeiam já foram devidamente informados para não serem “agentes da máquina fiscal” de borla…
    Termino com o que disse via e-mail à Máfia!

    “Bom dia,

    Não faço a mais pequena ideia do que pretendem transmitir com o texto mal escrito que me enviaram para a minha caixa de correio electrónico, sobre o assunto “Incentivo à exigência de factura”.

    Também não faço nenhuma questão, nem vou, seguir tais conselhos… Num Estado empestado de gente séria e honesta, só poderia ser demente se aceitasse me tornar num agente escravo da Autoridade Tributária…

    Comecem pelos BANCOS, passem pelos Mercados Financeiros, com visitas às Zonas Francas e uma vista de olhos às contas no exterior pertencentes às Famílias que MANDAM em Portugal…
    E só depois de isto tudo estar concluído e límpido e transparente como a água de uma fonte natural da Serra da Estrela, então aí, poderão voltar a dirigir-me a palavra escrita para me falarem sobre “É um direito e um dever de todos.”…

    Até lá,

    Não me incomodem com estas palhaçadas que já não tenho paciência.

    Continuação de bom dia,
    Melhores Cumprimentos,
    xxxxxx xxxxxxxx
    Ex-Cidadão”

    E pronto…
    Abraço

    Gostar

    • urantiapt
      3 de Janeiro de 2013

      Também uso esse sistema há bastante tempo.
      Existem muitas formas de não alimentarmos este sistema global que nos asfixia, No sector alimentar já coemçam a aparecer alternativas que são muito mais saudáveis.
      A roubalheira que nós autorizamos com os vários produtos de televisão por cabo é outra. A qualidade não se mede só pela velocidade. Continuam a não ter qualidade na repetição da programação. Cobram-nos por canais que nem consultamos. O mais caricato é que somos nós a permitir e alimentar a falta de qualidade.
      A zone tem um produto para os “pobres” – 4 canais + 12Mg Net. É optimo.

      Boa!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: