A Arte da Omissao

Marinho Pinto tem razão

Paula Poças, nomeada em Julho de 2012, pelas Finanças para gerir os activos tóxicos do BPN, desde 2003  ocultou informação ao Banco de Portugal, mas não é acusada de nada sem sequer arguida, só testemunha. (Fonte)

Ligações ao BPN ensombram tomada de posse de secretários de Estado

Franquelim Alves, recém-empossado secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, tem um currículo de se tirar o chapéu. O ministério não lhe é estranho, pois no tempo de Durão Barroso, ocupou o cargo de adjunto. Passou também por várias Administrações (Lusomundo, Jerónimo Martins, PT e Cinveste), mas a que desencadeou apelos de última hora para o Presidente da República não lhe dar posse, foi ter sido administrador da área não financeira da SLN (proprietária do BPN).

“Esta ligação ao BPN levou o PCP a afirmar que esperava que Cavaco recusasse empossar o novo secretário de Estado. A justificação? Franquelim Alves omitiu a sua passagem pelo grupo SLN/BPN e as imparidades no Banco Insular – no currículo oficial divulgado pelo Governo não consta qualquer referência a essas funções. O deputado comunista Honório Novo lembrou que Franquelim Alves foi administrador do grupo sob as lideranças de Oliveira e Costa e Abdul Vakil. “Durante a primeira comissão parlamentar de inquérito sobre o BPN, ficou patente que Franquelim Alves conhecia no princípio de 2008 tudo o que dizia respeito ao Banco Insular”, até “um volume significativo de imparidades e de actos irregulares de gestão no grupo BPN/SLN”, justificou Honório Novo citado pela Lusa. “Por isso, o PCP considera que uma pessoa desta natureza e com este currículo – que Franquelim Alves omite na sua folha oficial de apresentação do seu passado – dificilmente poderá ser indigitado como secretário de Estado de um Governo do nosso país”, argumentou.” (fonte)

E como estamos perante um governo que é um lobo vestido de cordeiro, não admira que necessite de “controlar” a Ordem dos Advogados, colocando-a sob a sua tutela. É o que pretende  com a nova Lei que regula as ordens profissionais.

Marinho Pinto diz que se demite da Ordem se esta aceitar a nova lei. (fonte)

Mas no dia 1 deste mês, reuniu-se em sessão plenária, o Conselho Geral da Ordem dos Advogados, onde  foi deliberado  por unanimidade não apresentar nenhuma proposta de adaptação do Estatuto da Ordem dos Advogados (Lei 15/2005, de 26 de Janeiro) à nova Lei que estabelece o Regime jurídico de criação, organização e funcionamento das associações públicas profissionais. Mais deliberou que se desenvolvessem de imediato os procedimentos necessários para a convocação de um Congresso extraordinário da Ordem dos Advogados,”

###########

Felicito o Dr. Marinho pela sua coragem e verdadeiro patriotismo ao delatar esta vergonha de governo e de classe política. Urge que nasça uma nova classe, sem os que “guerreiam” há mais de 3 décadas pelo pelouro, financiados pelos capital privado, livre e independente do poder maçónico. Dr. Marinho, pode começar a encabeçar esse movimento. De certeza que muitos portugueses o seguirão e apoiarão. Eu sou um deles.

Anúncios

2 comments on “Marinho Pinto tem razão

  1. Alcides
    3 de Fevereiro de 2013

    O Dr. Marinho está sem dúvida a ser bastante incómodo para os corruptos. E ainda bem. Importa é que este Homem não perca a coragem porque terá todo o meu apoio para meter a corja dos políticos corruptos, todos, sem excepção e a começar pelas cabeças do polvo.

    Gostar

    • Antonio Henriques
      3 de Fevereiro de 2013

      Acordai povo deste país!!!” mais não comento……

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: