A Arte da Omissao

Protesto contra o uso de Drones

protest_drone_attacks1-_1_-8d326

Bases americanas de drones multiplicam-se no continente Africano: A Nigéria concordou em hospedar drones de vigilância no seu solo, seu vizinho Burkina Faso já tem um, duas novas instalações de drones estão em construção na Etiópia e Seychelles, e forças de paz da ONU no Congo querem usar drones americanos. Drones, que têm aterrorizado a Somália a partir da base do comando AFRICOM em Djibuti nos últimos sete anos, tornaram-se a peça central da versão moderna da diplomacia canhoneira dos EUA.

A segmentação da África e dos vastos recursos naturais pelo Pentágono e CIA está em pleno andamento.

Ao assassinar milhares de pessoas através dos ataques norte-americanos com drones no Oriente Médio, Ásia Central e no Chifre da África, o governo dos EUA coloca agora a África no centro das atenções.

O Pentágono está a estabelecer uma base de drones na Nigéria e uma rede de bases de drones por todo o continente.

No final de Dezembro de 2012, os Estados Unidos anunciaram um plano para enviar missões militares para 35 países do continente Africano.

Depois de se envolverem em séculos de pilhagem colonial o sequestro de milhões de pessoas para a escravidão, os poderes europeus e americanos estão a trazer uma nova onda de militarismo para a África.

Sob o pretexto da “luta contra o terrorismo” ou “salvar os civis”, os Estados Unidos, França e Grã-Bretanha estão a invadir e bombardear países africanos.

Agora vão intensificar a sua campanha de matança de povos africanos,  com o uso drones da CIA e Pentágono, com a rede de bases que está a ser construídas pelo Pentágono por todo o continente.

As funções dos EUA como um governo esquadrão de morte, permitem que o presidente e poderes militares criem listas secretas de “matanças”. Não há processo judicial, não há julgamentos, sem provas – os indivíduos são seleccionados para ser assassinados e muitos civis que estão próximos também morrem. Drone é a arma escolhida.

Mais de 3.000 pessoas foram assassinadas com ataques de drones norte-americanos nos últimos anos, incluindo grande número de crianças entre os muitos civis que foram abatidos por essa robótica máquina de matar.

Sentados em escritórios, a milhares de quilómetros de distância dos seus alvos, os operadores americanos rotineiramente decidem “apertar o botão” e matar seus alvos inocentes no chão com mísseis Hellfire disparados de aviões drones invisíveis. No Paquistão e Afeganistão, os moradores protestaram em massa contra os ataques aéreos depois dos seus filhos terem sido incinerados, enquanto recolhiam lenha ou tratavam da agricultura em campos próximos.

No século 19, era táctica comum os imperialistas usarem navios de guerra para fazer o mundo girar e fazer valer a sua vontade, responder aos desafios com balas e tiro de canhão. O uso ou ameaça de uso da força naval, foi usado pela Grã-Bretanha, Estados Unidos e outras nações imperialistas para forçarem os termos de exploração de comércio e de  políticas com várias entidades políticas ao redor do mundo.

O programa de drones do governo dos Estados Unidos, tem o mesmo propósito geral. Ele permite que os Estados Unidos estendam o seu poder militar sobre qualquer país que não tenha  a capacidade, ou vontade, de abater aviões.

Atrás estão descritas as linhas mestres que estão de base ao protesto e comício a realizar no sábado, 13 de Abril, perto da Casa Branco. Pretendem, dar a conhecer ao mundo, o plano bélico com drones do governo americano. (fonte)

#############

Eles não combatem o terrorismo. Eles geram-no.  Acabada a guerra fria, tinha que surgir outra ameaça que fizesse rodar as roldanas  da economia  bélica americana e alimentasse a sua sede de poder.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 25 de Fevereiro de 2013 by in A arte da Guerra, Afinal Quem é Terrorista?, USA and tagged , , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: