A Arte da Omissao

Os mistérios da Maratona de Boston

boston_marathon_bombing001_16x9

“Duas semanas após os ataques em Boston, as autoridades norte-americanas mostram os indícios que  descobriram. A questão gira em torno da origem chechena dos “culpados” e nas conclusões que daí se podem retirar. Por sua vez, a imprensa russa e e internautas mostram uma história diferente, em que o “culpado” principal é um agente da CIA”

Tradução do artigo de Thierry Meyssan – 28 de Abril de 2013

Les mystères du Marathon de Boston

Duas semanas após o ataque em Boston (15 de Abril, 14:49), as autoridades norte-americanas designaram como responsáveis os irmãos Tamerlane e Dzhokhar Tsarnaev. Eles afirmam ter matado o mais velho e preso o seu irmão e cúmplice. O jovem de 19 anos de idade, foi hospitalizado, os seus ferimentos impedi-lo-iam de se exprimir a não ser por acenos de cabeça. O que pouco interessa, já que ele teria reconhecido os factos.

No entanto, nada se sabe sobre as condições em que Tamerlane foi abatido, assim como da prisão de Dzhokhar. O “síndrome do Oswald”  foi vendido e distinguem-se por matar sem motivo ou testemunhas, um policia da sua universidade. De seguida, teriam sequestrado um Mercedes com um motorista anónimo e tê-lo-iam  obrigado a retirar 800 dólares duma caixa electrónica. O motorista anónimo terá dito à polícia que os irmãos teriam reivindicado à sua frente a autoria dos atentados.

Nesse dia a imprensa não conheceu o suspeito nem entrevistou a testemunha. Simplesmente difundiu as palavras dos  amigos e pais dos suspeitos, surpresos de os verem  envolvidos neste assunto. De qualquer forma, a juíza Marianne B. Bowler  acusou Dzhokhar de  “uso de « de arma de destruição maciça“, ou seja, panelas de pressão cheias de pregos.  Esta é a primeira vez que o termo “« arma de destruição maciça” é aplicada a um utensilio caseiro corrente.

Por seu turno, o líder democrata da Comissão de Inteligência, Dutch  Ruppersberger, afirmou depois de uma reunião a porta fechada com os responsáveis de três serviços de inteligência, que os  Tsarnaev  tinham usado um telecomando de um  brinquedo para  accionar as duas bombas. Com isto, confirmou que os suspeitos tinham aprendido a construir os engenhos  na Inspire, revista online assinada pela “Al-Qaeda da Península Arábica”.  No entanto, se o número 1 da revista (datada  de  “Verão de 2010”), mostra em detalhe a construção de uma bomba com uma panela de pressão, em nenhum outro lugar explica como usar um  telecomando de um brinquedo  para accionar um explosivo instalado dentro de uma panela de pressão.

Todo este alvoroço gira em torno de uma única conclusão:  os irmãos Tsanaev são chechenos, e com tal facto a Rússia foi lançada para o centro do debate. O presidente Vladimir Putin, discretamente eliminou perguntas sobre este assunto, na longa conferência de quinta-feira. Quanto a terroristas Chechenos, existem na realidade na Síria, onde sequestraram dois bispos ortodoxos. E arrisca que também podem haver em Sochi, durante as Olimpíadas. A Rússia tem grande interesse em reforçar a cooperação antiterrorista com os Estados Unidos, especialmente se este quer realmente colocar  tropas  da Organização do Tratado de Segurança Colectiva (COTS), na Síria.

Enquanto isso, internautas dividem-se entre os que  alinham com o FBI e os que o desafiam. 

Boston_Marathon_Victim_Jeff Bauman_photoCharles Krupa_fullsize« Jeff Bauman »

A primeira acusa os serviços de segurança de terem colocado no teatro, personagens encarregados de dramatizar e de fabricar enredos. Imagens de um vídeo  mostram dois indivíduos a mover  o corpo de «Jeff Bauma », que teria  perdido as duas pernas. Com efeito,  tratar-se-ia de Nick Vogt, um  tenente do Exército que perdeu as pernas em Kandahar, em  Novembro de 2011. Temos de ficar espantados com os factos de  “Jeff Bauman”  levar sempre a cabeça levantada, não  apresentar qualquer hemorragia quando o transportam para uma cadeira de rodas e sem que as coxas tenham sido enfaixadas. A coisa é mais significativa, já que foi o testemunho de “Jeff Bauman”, que permitiu identificar os suspeitos ( conferência  da Imprensa de 18 de Abril, 05:20).

craft3a-550-x-327

A segunda tem a ver com a presença de uma equipe de seguranças, provavelmente da empresa de segurança privada Craft International, que parecem trazer mochilas iguais ás mostradas pelo FBI como contendo uma das panelas de pressão.

O terceiro e talvez o mais surpreendente. Um exercício anti-bomba estava marcado para a Maratona de Boston, duas horas antes do drama, no mesmo lugar onde as verdadeiras bombas explodiram. Assim, na conferência de imprensa do FBI, quando um jornalista colocou  uma pergunta acerca deste exercício, o agente especial Richard Deslauriers recusou responder-lhe e fugiu para outra questão. 

Capture d’écran 2013-04-27 à 17.15.27 «Tamerlão Tsarnaev recrutado por uma Fundação georgiana. Um dos responsáveis do atentado terrorista de Boston, estudou num seminário organizado pelos Americanos com os serviço especiais georgianos»

Segundo o jornal russo Izvestia (de 24 de Abril), Tamerlão Tsarnaev participou num seminário do Fundo para o Cáucaso em Georgia, associação de fachada da Jamestown Foundation, criada pela CIA [1], onde frequentou um treino destinado a  «aumentar a instabilidade na Rússia» [2].  (fonte)

Ainda é muito cedo para concluir o que realmente se passou em Boston. Uma coisa é no entanto certa : a versão da polícia é falsa.

[1] « Тамерлана Царнаева завербовали через грузинский фонд »,Izvestia, 24 avril 2013.

[2] « Нота протеста « Фонда Кавказа » по поводу публикации, касающейся Бостонского теракта, в газете « Известия » от 24 апреля 2013 г », Fonds du Caucase, 25 avril 2013.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: