A Arte da Omissao

Sobre A Educação Especial

é preciso contrariar a propaganda de “sensibilização” do governo redireccionada aos encarregados de educação.

A Educação do meu Umbigo

(…)
Faço parte de um grupo de docentes que se sentem verdadeiramente indignadas com o procedimento do Ministério de Educação e Ciência com a publicação do despacho 866/2013 que vem dar prioridade, no concurso nacional, a professores que não têm os 5 anos exigidos por lei para serem considerados especializados em Educação Especial, colocando-os à frente de docentes com mais tempo de serviço.

A nossa indignação é ainda maior quando vimos a ausência de iniciativa e ação por parte da Comissão de Educação, Ciência e Cultura, que nos recebeu no dia 10 de Abril do corrente ano e que até se mostrou verdadeiramente recetiva às nossas questões e a toda esta problemática, reconhecendo que desconhecia que a lei não estava a ser cumprida.

O concurso nacional decorre, as notícias apenas falam da greve e das questões que envolvem os professores efetivos, negligenciando os professores contratados e todo o seu trabalho…

View original post mais 97 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 12 de Junho de 2013 by in Ensino, Portugal and tagged .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: