A Arte da Omissao

o governo pinóquio de Portugal

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, admitiu neste sábado que cometeu uma “incorrecção factual” ao escrever, numa carta em 2008, nunca ter tido acções da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), mas disse não haver qualquer intenção de o ocultar. 

“No momento em que escrevi esta carta, em 5 de Novembro de 2008, não tinha quaisquer acções ligadas ao Banco Português de Negócios (BPN). Aliás nunca tive, em qualquer momento, acções do BPN. Equivocadamente escrevi então que nunca tinha tido acções da Sociedade Lusa de Negócios (SLN). É bom sublinhar que este é o único ponto da minha carta em que existe uma incorrecção factual”, refere o comunicado de Rui Machete (fonte)

ligne-rouge

Inquirido sobre se é aceitável uma individualidade “desempenhar funções em simultâneo em órgãos sociais não executivos – mesa da assembleia geral, conselho fiscal, conselho de administração, administrador – em cinco instituições financeiras concorrentes”, o Banco de Portugal respondeu: “Dos órgãos de administração e fiscalização de uma instituição de crédito apenas podem fazer parte pessoas cuja idoneidade e disponibilidade dêem garantia de uma gestão sã e prudente“. (mais aqui)  

De manhã, teria conhecimento de decisões sigilosas num dos bancos e à tarde teria a possibilidade de as sussurrar aos ouvidos de um dos outros concorrentes..!

ligne-rouge

Em 2009, Rui Machete presidiu  a comissão de inquérito que ilibou Oliveira Costa de fraude fiscal

O actual ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, ouvido na comissão de inquérito à nacionalização do BPN, em 2009, garantiu que tinha pouca informação sobre o que se passava no grupo, apesar de ser presidente do conselho consultivo.

“No momento em que as fraudes do BPN e da SLN pesam tanto nas contas públicas e no bolso de cada contribuinte, julgo tratar-se de uma escolha de muito mau gosto”, afirmou o deputado João Semedo do Bloco de Esquerda. O ministro dos Negócios Estrangeiros respondeu após ter sido empossado. “Isso denota uma certa podridão dos hábitos políticos”, criticou, assegurando estar “de consciência tranquila há muitos anos.” (mais aqui)

Mas este pinóquio não está sozinho. Está muito bem acompanhado com Maria Luís Albuquerque e por quem do governo lhes dá apoio.

transferir (3)

transferir (4)

ligne-rouge

abordo agora o fenómeno dos independentes nestas eleições autárquicas

 

Ainda continuam a pensar que amanhã, devem continuar a dar voz a este governo de pinóquios?

Nota:

Frases desta cor são comentários meus

Realces de frases desta cor são da minha responsabilidade

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 28 de Setembro de 2013 by in classe política, corrupção, Portugal and tagged , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: