A Arte da Omissao

Com amigos destes, quem precisa de inimigos!

Como é possível ainda estar ligado ao governo Português, Rui Machete, o antipatriótico Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, que não satisfeito por mentir com todos os dentes que tem, envergonha a nossa Soberania, quando no dia 18 de Setembro, publicamente se vergou ao poder financeiro de Angola e pediu desculpas diplomáticas por uma investigação judicial portuguesa que está a ser levada a cabo a alguns cidadãos angolanos, (João Maria de Sousa, procurador-geral de Angola, Carlos Silva, presidente do banco Atlântico e as filhas do presidente José Eduardo dos Santos)

Tanto quanto sei, não há nada substancialmente digno de relevo, e que permita entender que alguma coisa estaria mal, para além do preenchimento dos formulários e de coisas burocráticas e, naturalmente, informar às autoridades de Angola pedindo, diplomaticamente, desculpa, por uma coisa que, realmente, não está na nossa mão evitar”, disse. (fonte)

O lamaçal é de tal forma que :

As declarações de Rui MAchete foram ontem confirmadas ao Diário de Notícias pelo próprio gabinete de Rui Machete. Em resposta enviada ao jornal, o gabinete do ministro dos Negócios Estarngeiros confirma que o tema “foi abordado, tendo o ministro respondido de forma diplomática”. (fonte)

Agora, será que desta vez, o men até falou verdade? Da forma como se exprime, fica claro, que embora ainda “jovem” neste governo, parece estar bem a par do dito processo judicial, justificando que o mesmo não passa de “preenchimento dos formulários e de coisas burocráticas”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, justificou as declarações à Rádio Nacional de Angola sobre processos contra altos dirigentes angolanos com a interpretação de um comunicado do Departamento Central de Investigação Criminal (DCIAP) de 2012. (DCIAP confirma investigação a altos dirigentes angolanos)

“A minha resposta resulta da interpretação que fiz do comunicado do DCIAP de 13 de novembro de 2012 sobre a investigação em causa, não tendo naturalmente havido qualquer intenção de interferir com as competências do Ministério Público”, refere Rui Machete numa nota enviada à agência Lusa.

O membro do Governo salienta na nota que não foi informado nem questionou a Procuradoria-geral da República (PGR) “sobre quaisquer processos que aí decorressem”.

“Na realidade, não sabia, nem sei, nada mais do que disse além do que foi referido na citada entrevista e que é, aliás, do conhecimento público”, disse. (fonte)

A PGR teve que se pronunciar, lembrando que “os processos judiciais instaurados a cidadãos angolanos estão em segredo de justiça e vincou que, em Portugal, vigora o princípio da separação entre os poderes legislativo, executivo e judicial”, que se “encontram pendentes no DCIAP vários processos em que são intervenientes cidadãos angolanos, quer na qualidade de suspeitos, quer na qualidade de queixosos” e  que os acessos aos processos são dados só  “aos intervenientes processuais a quem a lei confere tal direito”, pois “as decisões que sejam proferidas em tais processos serão, a seu devido tempo, comunicadas nos termos legais aos respetivos intervenientes processuais e das mesmas, caso se justifique, será dada notícia pública” (fonte)

Juntando o poder do capital Angolano no nosso país à corrupção por demais conhecida do nosso sistema judicial,  não me espanta que desta vez o Machete até tenha falado verdade.  De qualquer forma, não deixa de ser vergonhoso o silêncio do governo acerca deste grande fiasco diplomático do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

2 comments on “Com amigos destes, quem precisa de inimigos!

  1. Padeira D'Aljubarrota
    5 de Outubro de 2013

    Noutros tempos, o povo já teria ido ao Ministério do dito e tê-lo-ia lançado pela janela fora.

    Gostar

    • urantiapt
      5 de Outubro de 2013

      preocupa-me a ausência de demonstração de um direito básico, a indignação.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: