A Arte da Omissao

ACORDEM

Congresso Americano secretamente aprova entrega de armas a rebeldes sírios “moderados”

27 de Janeiro 2014

People stand on a street lined with damaged buildings in the besieged area of Homs

Pessoas numa  rua repleta de edifícios danificados na área sitiada de Homs -27 de Janeiro de 2014.

CRÉDITO: REUTERS / Yazan Homsy

Segundo autoridades de segurança norte-americanas e europeias, o fornecimento de armas leves dos Estados Unidos a facções rebeldes sírias “moderadas” no sul do país e o financiamento americano para meses de entregas foram aprovados pelo Congresso.

As armas, cuja maioria está a ir para os rebeldes sírios não-islâmicos através da Jordânia incluem uma variedade de armas de pequeno porte, bem como algumas mais poderosas, tais como: mísseis antitanque.

Segundo alguns funcionários, as entregas não incluem mísseis de superfície-ar lançados no ombro, conhecidas como MANPADS, as quais podem abater aviões civis ou militares.

Dois funcionários disseram ainda que as entregas de armas têm sido financiadas pelo Congresso dos EUA, com votos atrás de portas fechadas e até ao final do ano fiscal 2014, que termina a 30 de Setembro.

O fluxo aparentemente estável de armas, contrasta com a posição tida no verão passado, quando a ajuda letal dos EUA aos rebeldes sírios “secou” por um tempo, devido a reservas do Congresso. Comités do Congresso foram atrasando durante meses as entregas de armas por temerem  que as mesmas não fossem decisivas nos esforços dos rebeldes em derrubar o presidente Bashar Assad e seu governo e por poderem acabar nas mãos de militantes islâmicos.

Um familiar de uma autoridade dos EUA com os recentes desenvolvimentos, disse que as autoridades de segurança nacional e os membros do Congresso estão agora mais confiantes de que as armas entregues no sul da Síria vão ficar nas mãos de rebeldes moderados, ao invés de facções de jihadistas militantes.

O Congresso aprovou o financiamento para entregas de armas aos rebeldes sírios, em secções classificadas da legislação da defesa, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto. Não ficou claro quando o financiamento foi aprovado, mas o não classificado financiamento para a defesa passou no Congresso no final de Dezembro.

Alguns ajustes orçamentais adicionais podem ser necessários para garantir que todo o financiamento aprovado esteja totalmente disponível para desembolso, durante o ano fiscal actual.

No entanto, autoridades que apoiam o fornecimento de armas americanas aos rebeldes reconhecem que tal facto não aumentou muito as expectativas de vitória dos EUA pelas forças anti Assad, sejam elas moderadas ou militantes.

“A guerra síria é um beco sem saída. Os rebeldes não têm a organização nem armas para derrotar Assad; o regime não tem mão-de-obra leal para reprimir a rebelião. Aliados externos de ambos os lados … estão prontos para fornecer dinheiro e armas suficientes para abastecer o impasse num  futuro próximo “, disse Bruce Riedel, sénior ex-analista da CIA e por vezes conselheiro de política externa de Barack Obama.

Autoridades norte-americanas e europeias disseram que rebeldes “moderados” tinham recentemente consolidado as suas posições no sul da Síria e estavam  a empurrar elementos ligados à Al-Qaeda. Mais facções militantes permanecem dominantes no norte e no leste. Segundo um oficial, outro desenvolvimento recente favorável às facções mais moderadas, relaciona-se com a substancial redução do tráfico de armas e auxílio financeiro oriundo de grupos curdos a facções extremistas rebeldes moderadas e religiosas.

Uma porta-voz da Casa Branca não fez nenhum comentário. Outras agências norte-americanas não responderam aos pedidos de comentários.

Quanto à ajuda “não-letal”, como comunicações e equipamentos de transporte, os Estados Unidos esperam em breve retomar as entregas a grupos moderados na Síria, segundo  uma autoridade dos EUA na segunda-feira. Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha tinham suspendido em Dezembro a ajuda não-letal ao norte da Síria, depois dos relatos de que combatentes islâmicos tinham apreendidos armazéns de armas dos rebeldes apoiados pelo ocidente, com destaque para os temores de que o material poderia acabar em mãos hostis.

“Esperamos ser capazes de retomar brevemente a assistência à SMC, enquanto se aguarda as considerações de segurança e de logística”, disse uma autoridade, referindo-se ao grupo rebelde moderado Supreme Military Council”. Mas de momento não temos nenhum anúncio “, disse ele, falando sob condição de anonimato.

A ajuda não-letal foi retomada a grupos civis na região no final de Dezembro. (fonte)

Nota: realces desta cor são da minha responsabilidade

Artigos relacionados: Estados Unidos, principal financiador mundial de terrorismo

One comment on “Congresso Americano secretamente aprova entrega de armas a rebeldes sírios “moderados”

  1. Pingback: Estados Unidos, principal financiador mundial de terrorismo | A Arte da Omissao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 10 de Fevereiro de 2014 by in O Direito Internacional, O mundo visto ao microscópio, Síria, USA and tagged , , , .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers like this: