A Arte da Omissao

Os Negócios De Bruxelas

q052

Será que sabemos como a UE é governada e por quem? 

O documentário Negócios de Bruxelas”, chafurda nas masmoras  escuras do mundo dos lobistas, que em Bruxelas representam fielmente os  interesses dos seus clientes. Friedrich Moser e Matthieu Lietaert, pretendem  explicar como são tomadas as decisões políticas, sociais e económicas  em Bruxelas e como as mesmas são influenciadas por organizações lobistas.

Acordem

Advertisements

2 comments on “Os Negócios De Bruxelas

  1. Alcides Costa
    20 de Fevereiro de 2014

    Ficou claro que que são os lóbis que dizem à UE, o que fazer e como fazer.
    Podridão tirada a papel químico tem o Prof. Paulo Morais denunciado os deputados (“armas contratadas”) a legislar leis que irão servir a preceito às empresas onde em paralelo prestam os seus serviços.
    Perturbante, é saber ao minuto 28:00, que numa reunião já com Jacques Delors como presidente, foram aprovadas entre outras, as seguintes directivas:- FLEXIBILIDADE LABORAL; – DESREGULAMENTAÇÃO; – REDUZIR SERVIÇOS PÚBLICOS; – MEDIDAS DE AUSTERIDADE ,etc, etc.
    Minuto 39:27, jantar anual “Amigos da Europa”, que na opinião do papagaio de serviço, o evento é “uma grande organização de Bruxelas”, onde se reúne um refinado “Grupo de reflexão” para discutirem assuntos do tipo: “COMO DESENVOLVER A EUROPA?”, ou, “CORRIGIR O QUE ESTÁ ERRADO”.

    Este “jantar anual” faz-me lembrar a reunião da seita Bilderberg onde se congeminam todas as tramóias contra a sociedade global, com a diferença que no “jantar” apenas se “preocupam” com a Europa. O que me preocupa é o conceito que esta seita tem do “ERRADO” que eles fazem questão de “corrigir”, e sabendo das directivas sobre “medidas de austeridade” na reunião com o Jacques Delors, tudo indica que é esse o conceito que Bruxelas tinha sobre o Estado Social Português tal como ele funcionava, tendo delegado no bandalho Passos Coelho a tarefa de o destruir (“corrigir”, no dialecto Bruxelas).

    Gostar

    • urantiapt
      20 de Fevereiro de 2014

      É assustador, porque tudo isto têm sido criado de tal forma que não vejo qualquer saída pacífica.

      Já li vários artigos que referem que foi o grupo Bilderberg que esteve por detrás da criação do que hoje é a UE
      E também já li, que para os planos deles, não lhe interessam países soltos. São mais dificeis de “governar”. Querem é “grupos” de países.
      Vejam-se os esforços para o NAFTA. Todos estes grupos foram iniciados enganando os seus membros com a cenoura chamada “Livre Comércio”.

      Resta-nos passar a palavra, porque a grande percentagem das pessoas são de tal forma ingénuas e vão para estas eleições europeias com os corações cheios de esperança.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: