A Arte da Omissao

Estará a Alemanha envolvida na Ucrânia?

arton183816-d1f64

Parlamentares alemães, particularmente os do partido Die Linke, pediram ao governo de Angela Merkel uma investigação independente sobre a presença de mercenários na Ucrânia.

A Rede Voltaire informou os seus leitores sobre a presença de mercenários israelitas e norte-americanos em Kiev [1]. A 9 de Março, leitores do semanal alemão Bild am Sonntag, vêm um vídeo que mostra mercenários contractados pela Academi (veja abaixo).

https://www.youtube.com/watch?v=1VFMAIv8yvA

A partir daí, o semanário alegou não saber quem contratou os mercenários dos EUA, enquanto a imprensa alemã insinuou a presença de mercenários alemães na sua comitiva.

Os parlamentares têm manifestado preocupação com a privatização da guerra e exigiram saber se as autoridades alemãs estão envolvidas em tais operações.

 Esta questão é particularmente relevante tendo em conta os seguintes factos:

• O partido da chanceler Angela Merkel, CDU, apoia oficialmente o líder ucraniano Vitali Klitchsko.

• A 1 de Dezembro de 2013, o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schultz, estava na praça Maidan a discursar contra o governo democraticamente eleito de Viktor Yanukovich.

• A 4 de Dezembro, o ministro alemão das Relações Exteriores, Guido Westerwelle, manifestaou o seu apoio aos manifestantes da praça Maidan

• A 7 de Dezembro, o presidente da Comissão dos Assuntos Externos do Parlamento Europeu, Elmar Brok, discursa na praça Maidan  a favor de Yulia Tymoshenko.

• A 29 de Janeiro de 2014, durante uma conferência de imprensa, Elmar Brok com Vitali Klitschko ao seu lado, pediu a renúncia do presidente Yanukovych.

A 21 de Fevereiro, os três ministros do Triângulo de Weimar, incluindo Guido Westerwelle, negociaram e assinaram um acordo político entre o presidente Yanukovych e a oposição de Maidan. No entanto, este acordo serviu para mascarar o golpe que se materializou horas mais tarde, enquanto o presidente Yanukovych viajava para a província.

• A 25 de Abril, quatro oficiais alemães que trabalhavam para a OSCE, traindo os seus mandato, viajaram para o leste do país onde e foram presos por espionagem por federalistas ucranianos e detido por uma semana.

[1] “Israeli soldiers were camouflaged Maidan“, Voltaire Network, 3 March 2014. And “U.S. mercenaries deployed in Southern Ukraine “, Voltaire Network, 4 March 2014.

 Fonte :Is Germany involved in Ukraine?

Links desta cor são da minha responsabilidade

 

2 comments on “Estará a Alemanha envolvida na Ucrânia?

  1. Rafael
    9 de Julho de 2014

    Este blog morreu…??!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: