A Arte da Omissao

Dez Ave Maria e dez Padre Nosso

“A troika é pouco democrática, falta-lhe legitimidade e devemos revê-la quando chegar o momento”

“Pecámos contra a dignidade dos povos, especialmente na Grécia e em Portugal e muitas vezes na Irlanda”

Foi assim que Jean-Claude Juncker se referiu ao modelo da troika no Comité Económico e Social Europeu

( fonte )

Errar é humano. Arrependimento é bonito e cai bem.  Mas convenhamos, é tardio e sem quaisquer efeitos reais. Embora Juncker tenha sido sempre um crítico do modelo da troika, mas nada foi feito para a mudar,  e achar que a seu tempo deverá o mesmo deva ser revisto, não deixa de ser uma mera declaração de intenção. Os povos dos países alvos desse modelo não precisam de declarações de intenções. Precisam de ajuda,  de apoio social, de mais emprego, mais saúde, mais cultura, mais dignidade e que deixam de ser roubados.

Alguém que presidiu o Eurogrupo durante 8 anos e acompanhou de perto o efeito da troika em vários países,  acha que agora é momento ideal para se manifestar, quando o leite já foi derramado. Há muita forma de sacudir a água do capote.

 Mas fica-se por assim mesmo.

Dez Ave Marias e dez Padre Nosso…..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 19 de Fevereiro de 2015 by in austeridade, DIANTE DOS NOSSOS OLHOS and tagged , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: