A Arte da Omissao

a EU e a carne americana

O Parlamento Europeu aprovou hoje (14 de Março 2012 – Ndt) uma série de concessões que visa pôr fim a 20 anos de contencioso com os Estados Unidos e com o Canadá devido à comercialização de carne vaca com hormonas. O acordo permite à UE manter o veto às importações deste tipo de carne, em troca do aumento da quota de importação de carne de qualidade dos EUA e do Canadá.

ligne-rouge

Carne americana: Porque foi banida na Europa?

A maioria do gado bovino dos EUA é injectado com hormonas sintéticas. A 1 de Janeiro de 1989, a Comunidade Económica Europeia (CEE) colocou uma proibição de importação de carne tratada com hormonas dos EUA, ficando assim proibida de ser vendida nos países europeus. O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) desafiou a proibição e acusou a CEE de práticas comerciais desleais, mas a acção dos governos europeus levanta algumas questões importantes sobre a carne americana.

Porque é que os europeus (CEE) colocaram uma proibição sobre carnes criadas com hormonas?

A Comunidade Económica Europeia proibiu a carne criada com  hormonas devido às questões sobre os perigos da carne tratada com hormonas sexuais sintéticas. Os consumidores europeus pressionaram a CEE, para esta ter essa acção como forma de protecção da saúde.

Mais de uma década atrás, Roy Hertz, então director de endocrinologia no Instituto Nacional do Cancro e uma das maiores autoridades em cancros hormonais, alertou para os riscos cancerígenos dos aditivos estrogénicos, pois podem causar desequilíbrios e aumentar os níveis hormonais naturais. Hertz advertiu ainda para o uso descontrolado desses potentes agentes cancerígenos. Não há níveis dietéticos de hormonas seguros e um pedaço de carne do tamanho de um centavo contém biliões de milhões de moléculas.

O cancro da mama foi levantado como uma preocupação primária à luz das associações entre o cancro da mama e os contraceptivos orais, cuja dosagem do estrogénio é conhecida e controlada. O risco do cancro de mama e de outros aumenta ainda mais com o uso descontrolado dos hormonas na carne.

Durante os sete anos após a proibição da CEE sobre a carne criada com hormonas, a indústria da carne bovina dos EUA continuou a usar hormonas sexuais na carne. Por quê?

As hormonas podem ser usadas para estimular o crescimento do gado. Uma vez que os agricultores são pagos com base no peso dos animais que vendem para abate, o uso deles é visto como uma forma de aumentar os lucros. (sigam sempre o dinheiro para descobrirem a verdade -NdT).

Quais são os hormonas usados na engorda?

O Diethylstilbestrol (DES) foi um dos primeiros hormonas usados para engordar gado em confinamentos. Ele foi proibido em 1979 após 40 anos de provas de que o DES era causador do cancro. Em sua substituição, os hormonas sexuais, como o estradiol e progestinas (formas sintéticas do hormona progesterona natural) foram implantados praticamente em todos os bovinos confinados. A maneira menos perigosa para administrar hormonas em animais é através de um implante perto da orelha. Infelizmente, muitos produtores injectam as hormonas directamente no tecido muscular, usado posteriormente para fazer produtos de carne. A única exigência imposta pela USDA é que os níveis de resíduos na carne deve ser inferior a um por cento da produção hormonal diária das crianças. Este requisito é inaplicável porque não há testes feitos pela USDA sobre os resíduos de hormonas na carne. Além disso, os resíduos hormonais praticamente não se diferenciam dos  hormonas naturais criadas pelo animal. Como resultado, o uso de hormonas para aumentar a produção de carne está completamente desregulado. (Factor comum na Corporocracia -NdT)

Que tipo de políticas devem ser aplicadas nos EUA para resolver este problema?

Hormonas e outros aditivos cancerígenos (pesticidas existentes nos alimentos dados aos animais, alguns antibióticos, etc.) deveriam ser imediatamente proibidos, como deveria ser com todos os aditivos cujo eficácia e segurança não foram comprovadas. O uso de aditivos e os níveis de resíduos nos produtos de origem animal, incluindo leite e ovos, têm de ser sujeitos a rotulagem explícitas. Até lá, as iniciativas estaduais que estabelecem uma certificação livre do hormona para os embarques europeus, deviam ser aplaudidas e estendidas ao mercado interno.

O que podem os consumidores  fazer para se protegerem?

Os consumidores podem boicotar a carne tratada com químicos em favor de carne orgânica e insistirem na luta para saberem quais são os aditivos usados e que resíduos possam existir. Os consumidores devem começar a falar nos seus talhos sobre a necessidade de haver carne livre de hormonas. (fonte)

ligne-rouge

Com o TTIP + ISDS, as grandes industrias alimentares, agroquímicas, Big Pharma (completamente desregulada) vêem finalmente, o caminho totalmente desimpedido até ao consumidor Europeu, e os Estados / Governos Europeus deixam de ter o poder de zelar pela saúde dos seus cidadãos e  do seu meio ambiente.

Muito bem, estarão  a argumentar: mas eu vou continuar a comprar carne europeia tratada organicamente.  E como vai diferenciar? Acha que eles querem o acordo de livre comercio, para não terem mercado para os seus produtos? Acha que o projecto UE não está refém desta corja?  O motivo subjacente à proibição em 1989 permanece. Então o que mudou para a EU começar a tratar à porta secreta o acordo (TTIP+ISDS) com os USA?

Será que há a noção do que empresas como a Monsanto vão injectar nos nossos mercados? Alguém está a ver a MONSANTO a delapidar as nossas semente orgânicas?

Temos que fazer alguma coisa

O tempo urge

Os agricultores têm que ser informados, porque se o acordo passar, deixamos de ter zonas livres OGM

Eles estão a contar com o desconhecimento quase geral desta matéria por parte dos cidadãos

Façam a vossa pesquisa e se acharem que eu tenho razão, passem a informação aos vossos amigos, famílias e vizinhos

Advertisements

3 comments on “a EU e a carne americana

  1. voza0db
    31 de Maio de 2015

    Boas! Se tiveres dinheiro para subornar os Deputados, Governos, Senadores, Presidentes… Então levas a tua avante! Se não tens… JÁ ERAS!

    A lista mostra os subornos – vulgarmente conhecidos por donativos – efectuados ao senadores americanos durante Jan e Mar de 2015 para que eles aprovassem a lei que dá ao Barraca Obama o poder de acelerar a conclusão do TTP (do papel higiénico!)

    E os gajos vendem-se por pouco! Todas aquelas corporações só investiram $1.148.971,00 para conseguirem passar a lei…

    Claro que a corporação com o maior espírito “donativeiro” foi a de uma das 8 Famílias… Goldman Sachs!

    Be 😎

    Gostar

    • urantiapt
      31 de Maio de 2015

      O ideal seria conhecer-se a lista das doações das corporações a Bruxelas em relação ao TTIP. isso é que era!

      O TTP começou a ser negociado em 2010 em sigilo. O wikileaks expôs algumas cláusulas controversas das versões preliminares e começou o pandemónio.
      Desta vez os alvos dos USA são, Australia, Brunei, Canada, Chile, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Singapura e Vietname. O ISDS também está a
      em cima da mesa. Estás a ver o que pode acontecer aos países mais pobres, não?

      Exposição da wikileaks (https://artedeomissao.wordpress.com/category/nova-ordem-mundial-2/acordos-de-livre-comercio/parceria-trans-pacifico/)
      Vou publicar a relação dos subornos que me enviaste. É sempre importante que se saiba destas cenas.

      BFS

      Gostar

      • voza0db
        31 de Maio de 2015

        😆 por cá – Europa – não existe este nível de “transparência”! E por lá só existe porque na realidade a populaça americana não quer saber de subornos, digo, donativos para nada! No dia em que a publicação destes dados comece a dar cabo do NEGÓCIO… Já eram.

        😎

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: