A Arte da Omissao

E se fosse eu, um ser humano refugiado?

Por princípio, não costumo colocar imagens fortes e dolorosas nos artigos deste blog, mas sinto que tenho de abrir uma excepção.

Por andarmos demasiado focados nos nossos umbigos, preferimos não querer ver a quão dolorosa é a realidade da dos seres humanos refugiados.

Este colocar a cabeça debaixo da areia, para além de alimentar a nossa sociedade com uma imoral hipocrisia, valida  que os governos da Europa, consigam “dormir” em paz, com o lavar das suas mãos, como Pilatos fez, quando pontapearam SERES HUMANOS de volta para o teatro de guerra,  teatro também gerado com a ajuda da própria Europa. (aguardemos por mais notícias sobre os papeis do Panamá).

Argumenta-se que podiam entrar terroristas misturados com os seres humanos refugiados. É verdade. Pena é, e houve tempo mais que suficiente, para a Europa criar os mecanismos necessários a este controlo. A Europa, no seu todo, não o quis resolver. Então vergonhosamente, só lhe restou, através de um acordo que vai ficar na História, pagar a uma nação para que ela  faça o trabalho sujo, a Turquia.

Mas,  para além de imprimir muito dinheiro para a Turquia, a Europa teve que aceitar as suas exigências: livre circulação pelas suas fronteiras, (mesmo sem a Turquia pertencer à Zona Euro), e impulsionar as negociações sobre a adesão do país à UE.

A falsa bandeira de poderem entrar terroristas juntamente com os seres humanos refugiados cai por terra, uma vez que se vai abrir a livre circulação a uma nação que:

. usa o ISIS como Pretexto para Atacar os Curdos

que compra Mulheres e Crianças Yazidis ao ISIS

.   que está de conluio com o ISIS

. foi acusada de ser o maior fornecedor de armas do ISIS

. é acusada pela Anistia Internacional de expulsar refugiados, situação que evidencia falhas do acordo entre Ancara e UE

(Curioso, como o país como o Líbano não pontapeia de volta os seres humanos refugiados)

Do que fogem?

E quis o destino ou não, que agora venha ao conhecimento de todos nós, que andamos muito concentrados com os nosso umbigos, os papeis de Panamá.

Quero acreditar que nos próximos tempos, algumas teorias de conspiração vão virar reais conspirações

4 comments on “E se fosse eu, um ser humano refugiado?

  1. voza0db
    6 de Abril de 2016

    Se fosses tu? Ou eu? Estávamos tão ou mais fodidos que estes desgraçados!

    Mas já que falas em hipocrisia… Hoje vi um bom exemplo! Uma idiotice qualquer em que colocam umas quantas celebridades a mandarem uns papos sobre o que é que levavam na mochila! Mais não posso escrever pois não suportei ver e ouvir tais grunhidos…

    Mas é o que queremos continuar a ter.

    Não se vê MUDANÇA ALGUMA!

    Gostar

  2. Chatice
    7 de Abril de 2016

    Sobre o referendo holandês de 4ª feira é que ninguém ouvir falar, ganhou o Não à entrada da Ucrânia da União Europeia. Próxima estação, o Brexit.

    Gostar

  3. Chatice
    7 de Abril de 2016

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: