A Arte da Omissao

A “guerra” partidária no seio da Desunião Europeia, levada já ao extremo

Palavras para quê?

Quando líderes de partidos socialistas se encontram não sai, na maioria das vezes, nada de muito inteligente”, disse Schäuble. (fonte)

Está vedado nos acordos, que os Estados Membros não analisem  o que está errado na UE?

A frase de Schäuble, espontânea, ofensiva e sem qualquer conteúdo positivo para a União, mostra, e ainda bem, o estado da Democracia no seu seio. O problema reside na cor dos Estados Membros reunidos. E a sua  atitude é grave e preocupante.

Ou estás comigo ou estás contra mim

Se não quiserem assistir a toda a conferência (acho que deviam, pois fica-se a saber, por exemplo,  o que é realmente o Eurogrupo), posicionem-se no minuto 45H26.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 10 de Setembro de 2016 by in A guerra na Europa, DIANTE DOS NOSSOS OLHOS and tagged , , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: