A Arte da Omissao

David Rockefeller: Um legado negro no Brasil: A chegada ao Brasil

Tradução artigoDavid Rockefeller & a dark legacy in Brasil – A critical obituary

Brasil Wire, 20 de Março de 2017

No dia 20 de Março, David Rockefeller morreu aos 101 anos. Como os obituários de um dos homens mais ricos do mundo jorram sobre a sua filantropia, é preciso salientar que ele foi um grande actor em vários golpes latino-americanos, ditaduras, políticas pós-ditatoriais neoliberais que muito aumentaram a estratificação de ganhos e pobreza e que seu legado negro continuará a influenciar a região durante muito tempo após a sua morte.


A chegada dos Rockefeller ao Brasil

A Fundação Rockefeller chegou pela primeira vez ao Brasil durante a Primeira Guerra Mundial e foi incorporada no na altura chamada entre as elites brasileiras, de  “movimento de saúde pública”. Naquela época, a eugenia brasileira era sinónimo de saúde pública e enfatizava a “higienização”, expressa na máxima “sanitarizar é eugenizar”.

Com a ajuda da Rockefeller, a criação da Sociedade Eugénica de São Paulo em 1918, representou a institucionalização da eugenia no Brasil. Entre as elites, a eugenia estava associada à evolução, ao progresso e à civilização, inclusive tratada por alguns como “nova religião”. Na “Guerra contra os fracos“, Edwin Black explica que o objectivo da Fundação Rockefeller era financiar programas que visavam o “extermínio dos considerados degenerados”. No Brasil, degenerados significava pobres,  ignorantes, os de raça mestiça e ascendência africana.

Na sua tese sobre o irmão mais velho de David, Nelson Rockefeller, a historiadora Elisabeth Cobbs demonstra que a política externa norte-americana no Brasil se concretizou através das relações oficiais entre governos e diplomatas, mas também através do sector privado, onde se incluíam as organizações filantrópicas. Nelson Rockefeller foi um visitante regular no Brasil desde a década de 1930,  e em 1941 foi nomeado pelo presidente Roosevelt coordenador do Office of Interamerican Affairs (CIAA) (Escritório de Assuntos Interamericanos-Ndt), que dirigia operações de inteligência e propaganda contra os Poderes do Eixo na América Latina.

Após o fim da Guerra, Nelson liderou a  The American International Association for Economic and Social Development in Brazil (Associação Internacional Americana para o Desenvolvimento Económico e Social no Brasil- Ndt) da AIA.

A AIA era uma ONG filantrópica “Capitalista Missionária” conhecida no Brasil pelos seus programas de modernização da agricultura, com modelos e padrões norte-americanos (incluindo a introdução de pesticidas, herbicidas e sementes híbridas), saneamento e alfabetização. Dela, eventualmente, nasceriam  mais duas agências, a IBEC (International Basic Economy Company) e a IRI Research Institute. Como coordenador do CIAA, Nelson adquiriu inestimáveis informações sobre os recursos naturais inexplorados da América Latina, especialmente as reservas minerais, informações que iria usar depois da guerra.

A IBEC tornou-se num componente chave na abertura pós-Segunda Guerra Mundial da floresta Amazónica para  exploração comercial, “processo que acabou em ditaduras militares, genocídio de povos nativos, perda de diversidade biológica e miséria sem precedentes para a maioria dos brasileiros“.

A Guerra Fria aumentou as pressões sobre o Brasil em relação às concessões de exploração de petróleo. O presidente Getúlio Vargas teria tentado resolver isso com a formação de um consórcio, com a participação da Standard Oil, Shell e o Estado brasileiro. A Shell teria aceitado a ideia, mas a Standard Oil e o Chase Bank opuseram-se. A Standard Oil iria coagir com ameaças às exportações de café do Brasil – o grupo Rockefeller controlava a American Coffee Corporation, que comprava a maior parte do café do Brasil, processava-o e distribuía para os Estados Unidos.

Na década de 1950 David Rockefeller & Chase tornou-se mais activo no Brasil, criou a Interamerican Finance & Investments, só para vender as suas acções em 1956, enquanto o clima político se voltava contra a Internacionalização. Em 1961, ele tentou criar um banco filial do Chase no Brasil, com a compra de 51% do Banco Lar por US $ 3 milhões, mas o Chase desanimou devido à instabilidade política no país. (Em 1980, foi liquidado pelo Banco Central para comprar as acções remanescentes, e esta entidade finalmente tornou-se no Chase do Brasil).

Nesse período, juntamente com o seu irmão Nelson, David desenvolveu uma amizade muito íntima com Walther Moreira Salles, sócio e chefe do Unibanco (posteriormente fundido com o Itaú), cuja família fez uma segunda fortuna a partir do mineral ultra-raro Niobio. Juntos, os Rockefeller e Moreira Salles comprariam uma enorme fazenda, “Bodoquena“, no estado de Mato Grosso.

No início da década de 1960, sob a orientação do Presidente Kennedy, David Rockefeller fundou o Business Group for Latin Americao (Grupo Empresarial para a América Latina – Ndt), com o objectivo de ajudar a combater a expansão dos governos de esquerda na região, após a Revolução Cubana. Sob a sua liderança, posteriormente transformou-se no Council of the America (Conselho das Américas – Ndt)  e finalmente na AS/COA, que actualmente publica o Americas Quarterly, um núcleo relativamente discreto, mas influente, do discurso anglófono do ‘livre comércio’ na América Latina.

O Grupo de Negócios para a América Latina incluiu no seu conselho, executivos seniores como C. Jay Parkinson, CEO da Anaconda Copper, que tinha uma forte presença no Chile, Harold Geneen, director da International Telephone and Telegraph Corporation (ITT), altamente envolvida no país, e Donald M. Kendall, CEO da PepsiCo. Em 1973, as empresas acima citadas apoiaram a intervenção de Nixon e Kissinger contra o presidente eleito Salvador Allende, em 1973.

Em 1970, esquemas encobertos da CIA contra Allende incluíam um plano de contingência de US $ 500.000 para influenciar o voto do Congresso contra a sua candidatura. O seu adversário, Alessandri, recebeu cerca de meio milhão de dólares, para ser levantado pela ITT e outras empresas do Grupo Empresarial. De acordo com o jornalista e vencedor do Prémio Pulitzer, Seymour Hersh, o Grupo de Negócios Rockefeller para a América Latina, que foi transformado em 1970 no Conselho das Américas, tinha uma relação próxima com a CIA e Enno Hobbing, que participou da derrube de Arbenz na Guatemala. Hobbing, funcionário da CIA, que inicialmente foi designado como agente de ligação ao Grupo de Negócios, acabou por deixar a CIA e tornou-se no principal oficial de operações do Conselho das Américas.

Inúmeros académicos escreveram sobre sabotagem económica, muitas vezes em cooperação com elites de negócios dos EUA, como a família Rockefeller, como sendo um componente dos golpes apoiados pelos EUA na América Latina. Desde a orquestração do boicote ao cobre chileno em 1972 pela International Telephone and Telegraph Corporation  à desestabilização económica do governo Reagan na Nicarágua, aos esforços dos EUA para sabotar a economia venezuelana, o populismo progressista é até hoje frequentemente encontrado com a agressão dos EUA, incluindo propaganda dos média.

David Rockefeller e a ditadura militar Brasileira

Pós-ditadura

Nota: links desta cor são da minha responsabilidade

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 23 de Março de 2017 by in Brasil, Em nome dos Direitos Humanos, Rockefeller and tagged , .

Navegação

Categorias

Faça perguntas aos membros do Parlamento Europeu sobre o acordo de comércio livre, planeado entre a UE e o Canadá (CETA). Vamos remover o secretismo em relação ao CETA e trazer a discussão para a esfera pública!

%d bloggers like this: