A Arte da Omissao

ACORDEM

Um estado estrangeiro paga os salários dos funcionários de Gaza

Nota: links dentro de «» e realces desta cor são da minha responsabilidade

Tradução do artigo  A Foreign State pays the salaries of Gaza officials

 

 

O Emirado do Catar deverá transferir 21 milhões de euros para pagar os salários dos funcionários de Gaza.

Autoridades palestinas que vivem na Faixa de Gaza não são mais pagas pela Autoridade Palestina. Este tem sido o caso há mais de 6 meses, após a ruptura das relações entre o presidente Mahmud Abbas e o Hamas.

De fato, não mais reconhecidos como um único estado pelos diferentes membros da ONU, os territórios palestinos estão divididos em duas entidades políticas distintas. Estabelecido com a ajuda de Israel, o Hamas foi declarado o “Ramo Palestino da Irmandade Muçulmana” durante a “Primavera Árabe”; um título que consequentemente renunciou.

Embora o emirado do Catar seja, em teoria, um Estado estrangeiro, é – com a Turquia – um dos dois protectores da Irmandade Muçulmana. Assim, o Catar considera exercer o poder em Gaza através do Hamas.

Um pagamento inicial em dinheiro de 15 milhões chegou em 8 de Novembro de 2018. Ele foi transferido para o Hamas e não para as autoridades palestinas. Isso é interessante, já que o Hamas governa apenas a Faixa de Gaza, enquanto as autoridades palestinas são a única autoridade legítima sobre todos os territórios palestinos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 14 de Novembro de 2018 by in Palestina and tagged , .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers like this: