A Arte da Omissao

ACORDEM

Cientistas têm novo plano para combater o aquecimento global: escurecer o sol

Nota: links dentro de «» e realces desta cor são da minha responsabilidade

Tradução do artigo Scientists have new plan to fight global warming: Dimming the sun

(Cientistas têm novo plano para combater o aquecimento global: escurecer o sol)

Scientists have new plan to fight global warming: Dimming the sun

Cientistas surgiram com uma nova e engenhosa forma de combater o aquecimento global: usar produtos químicos para escurecer o sol. Se vamos ter que lutar (e fazer todo o resto) na sombra, a pesquisa não é bem clara.

Uma vez que o mundo não parece concordar em reduzir as emissões de CO2, por que não enfrentar o problema do outro lado, imaginaram cientistas de Harvard e Yale. Os pesquisadores publicaram recentemente um estudo onde afirmam que borrifar grandes quantidades de partículas de sulfato na baixa estratosfera da Terra, a fim de literalmente diminuir o sol, poderia reduzir pela metade os efeitos da mudança climática global, e pode até ser barato!

Com toda a empolgação com o plano “hipotético” e “altamente incerto e ambicioso”, não há garantias de que não piorará as coisas numa maneira catastrófica. Há uma suspeita falta de informação sobre o que “escurecer o sol” poderia fazer com aqueles de nós que dependem dele para coisas básicas – como cultivar alimentos ou não congelar até a morte.

Em vez disso, o estudo publicado na Environmental Research Letters discute os custos potenciais e a tecnologia necessária para realizar este plano ambicioso, se não arrogante. Os pesquisadores discutem uma variedade de maneiras possíveis de realizar o projecto da “«geoengenharia»” em larga escala: aviões, balões ou até mesmo atirando os produtos químicos no ar com grandes armas.

Há um problema bastante sério com a proposta: actualmente, não existe nenhum avião capaz de fornecer a carga útil. A adaptação de uma versão existente do foguete Falcon Heavy da SpaceX foi descartada, devido ao custo.

A proposta sugere que um lançamento possa ser realizado dentro de 15 anos, com um custo inicial de cerca de US $ 3,5 biliões, seguido por outro num período de 15 anos custando US $ 2,5 bilhões adicionais – um preço relativamente baixo dada a escala e significado do projecto, argumentam os investigadores. Uma frota inicial de oito naves seria inicialmente expandida para quase 100, a fim de implantar a quantidade necessária de produtos químicos em todo o mundo.

Existem também outros inconvenientes menos técnicos para a proposta. Entre os mais óbvios, o plano exigiria a coordenação internacional entre numerosos países, incluindo os Estados Unidos – cujo presidente, Donald Trump, expressa regularmente dúvidas sobre a mudança climática em geral.

Phil Williamson, um leitor honorário da Universidade de East Anglia, criticou a proposta, dizendo que as nações que “continuaram a experimentar eventos climáticos extremos” podem então “considerar que a geoengenharia solar foi responsável” e precisariam ser compensadas. Por outras palavras, cortar a terra dos céus pode ser uma questão real de responsabilidade.

Outros criticaram a estratégia por ser um curativo que ignora as causas reais do problema. (fonte)

Artigos relacionados:

What In The World Are They Spraying HD

prova de que os chemtrails /geoengenharia solar não são contrails (rastros de condensação !!

Piratear o planeta: A Realidade de Engenharia Climática

Pára-sol gigante pode resolver o aquecimento global

“Geoengenharia se refere à manipulação deliberada do ambiente da Terra em larga escala para contrabalancear as mudanças climáticas.

Há essencialmente duas maneiras de fazer isso.

A primeira é chamada Gerenciamento da Radiação Solar (SRM, na sigla em inglês) e envolve refletir raios solares para que não cheguem à superfície da Terra e retornem ao espaço. (consultem por favor o tema «chemtrails» que é o mesmo que Gestão da Radiação Solar. Ao longo deste anos chemtrails eram / são teorias de conspiração e diziam-nos que eram rastros de condensação doa aviões. Vejam porque é que os motores a jacto turbofan de alta taxa de contorno são quase incapazes de produzir rastros de condensação– Ndt)

Um método proposto de SRM envolve colocar aerossóis de enxofre nas altas camadas da atmosfera.

Isso imita o que ocorre ocasionalmente na natureza quando um vulcão poderoso entra em erupção. Por exemplo, a erupção do Monte Pinatubo, nas Filipinas, em 1991, injetou um enorme volume de enxofre na estratosfera. As partículas produzidas nas reações subsequentes resfriaram o planeta em cerca de 0,5ºC nos dois anos seguintes ao refletir a luz solar de volta ao espaço. ” (fonte)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 24 de Novembro de 2018 by in Chemtrails, Geoengenharia and tagged , .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers like this: