A Arte da Omissao

ACORDEM

CONTAMINAÇÃO CRÓNICA POR GLIFOSATO EM PORTUGAL

«Pela primeira vez em Portugal foi possível calcular os valores de exposição efetiva ao glifosato (que levam também em consideração o AMPA – substância em que o glifosato se transforma quando começa a degradar-se) e os resultados, quando comparados com outros países europeus,(1) mostram uma diferença preocupante: enquanto que na média de 18 países se verifica que 50% das amostras estão contaminadas, as duas rondas de testes em Portugal estavam acima desse valor – e em outubro a contaminação foi detetada em 100% das amostras, tal como apresentado na imagem abaixo.

O valor médio da contaminação das amostras foi de 0,35 ng/ml em julho (valor mais alto: 1.39 ng/ml) e de 0,31 ng/ml em outubro (valor mais alto: 1,20 ng/ml), o que é cerca de três vezes (300%) acima do limite legal na água de consumo.(4) Considerando apenas as crianças verifica-se que em julho estavam próximo da média, enquanto que em outubro estavam claramente acima (com 0,44 ng/ml). O facto de existir uma contaminação considerável em crianças já tinha sido detetado em 2016(5) e é um sinal de alerta para a necessidade de conhecer melhor qual a exposição real da população portuguesa em termos de estratificação etária, ao longo do tempo e nos diferentes pontos do país.

Leia mais aqui

Artigos / vídeos relacionados:

Glifosato. Especialistas contratados pela UE copiaram relatórios da Monsanto

OGM, Assalto à Europa

O problema grave e global, é que somos nós com a nossa alienação, que permitimos que estas corporações se implantem, nos infectem e nos matem. Ao longo dos anos, e com grandes técnicas relativas ao grande conhecimento comportamental do ser humano que detêm,  nós normalizamos estas corporações criminosas. Não se questiona, não nos indignamos, está-se bem… Se viram o documentário OGM, Assalto à Europa, os argentinos de hoje já acordaram e da pior forma.

 

One comment on “CONTAMINAÇÃO CRÓNICA POR GLIFOSATO EM PORTUGAL

  1. Rafael
    21 de Maio de 2019

    Uma grande questão que aqui se levanta:
    Quem, de quem visualiza este blog, por exemplo
    – produz os seus próprios alimentos?
    – anda de roçadora na mão e/ou enxada a cortar as ervas dos seus terrenos?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 15 de Maio de 2019 by in glifosato and tagged , , .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers gostam disto: