A Arte da Omissao

ACORDEM

“Por favor, ouçam-nos, tentem sair de casa só para as coisas indispensáveis”

O apelo desesperado de um médico de Bérgamo: “Por favor, ouçam-nos, tentem

sair de casa só para as coisas indispensáveis”

Por favor partilhem este apelo desesperado de quem está na linha da frente, para que esses Seres Humanos que acham que se está a exagerar, caiam na real. Na realidade deles, dos seus familiares e comunidade.

Também é triste constatar que as medidas de contenção a sério, cá em Portugal, só agora tenham sido tomadas, com muitas lacunas ainda.

Portugal assobiava, enquanto as crises começavam na Europa e China. Porque não olhámos para bons exemplos como Macau?

Somos uma democracia, mas se for conveniente que se encerrem as praias, organismos públicos, discotecas, cafés, cinemas, piscinas… que sejam encerrados, e há que criminalizar quem não cumprir

Tivemos tanto tempo …. Mas agora cabe a todos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 13 de Março de 2020 by in Portugal and tagged .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers gostam disto: