A Arte da Omissao

ACORDEM

ICIJ: A Investigação Implant Files – resumo

Notas do tradutor: links dentro de «» e realces desta cor são da minha responsabilidade

Tradução do artigo “About The Implant Files Investigation

  Fergus Shiel –  25 De Novembro de 2018

A investigação denominada Implant Files é uma investigação global que rastreia os danos causados por dispositivos médicos que foram testados inadequadamente ou que nem foram testados.

Liderada por editores e repórteres do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, levou um ano para ser planeada e outro para concluir.

O ICIJ fez parceria com «mais de 250 jornalistas de 36 países» para examinarem como os dispositivos são testados, aprovados, comercializados e monitorizados.

Trata-se de análise de mais de 8 milhões de registros de saúde relacionados aos dispositivos, incluindo relatórios de mortes, ferimentos e recolhas dos equipamentos por parte dos fabricantes. Milhões de vidas das pessoas foram salvas, prolongadas ou melhoradas por dispositivos médicos implantados, mas a análise da Implant Files abrangeu mais de 1,7 milhão de lesões e quase 83.000 mortes suspeitas de estarem vinculadas a dispositivos médicos por mais de 10 anos e relatadas apenas aos EUA.

No mesmo período, os EUA tiveram mais de 26.700 de recolhas de dispositivos, enquanto a Índia – com mais de um bilhão de pessoas – teve apenas 14 de 2013 a 2017.

Geralmente, os pacientes são os últimos a saber sobre dispositivos com defeito.

Os governos de dezenas de países da África, Ásia e América do Sul não regulam os dispositivos médicos, em vez disso, confiam nas autoridades europeias ou na Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA.

Para aumentar a transparência, estamos a «partilhar um banco de dados pesquisável publicamente» com mais de 70.000 recolhas de dispositivos e avisos de segurança em 11 países.

Inspirada pelo jornalista holandês Jet Schouten, da emissora AVROTROS, a investigação Implant Files expandiu-se para abranger 58 parceiros dos media – jornais, transmissão e meios digitais.

Apesar da inovação incansável, a maioria dos dispositivos médicos implantados de alto risco baseia-se em testes anteriores que envolveram pacientes reais e dispositivos que os fabricantes afirmam serem “substancialmente equivalentes”.

Fabricantes e governos pressionam por aprovações mais rápidas, o que poderá reduzir ainda mais os testes.

A Implant Files examina as alegações dos críticos de que indústria e órgãos reguladores como a FDA estão a falhar na protecção dos pacientes.

Recorrendo a um algoritmo de aprendizado de máquina para rastrear milhões de relatórios, o ICIJ encontrou 2.100 casos em que as pessoas morreram, mas suas mortes foram classificadas erroneamente como mau funcionamento ou ferimentos. Destas, 220 podem estar directamente ligadas à falha dos dispositivos médicos; os outros relatórios não incluíam informações suficientes para determinar conclusivamente se o dispositivo teve algum papel na morte dos pacientes.

A equipe global entrevistou pacientes e médicos de Nova Deli a Munique, Mostar na Bósnia até à Cidade do México.

Conversamos com médicos inventores que ganharam milhões de dólares com a indústria de dispositivos médicos e estão entre os seus maiores promotores.

Reunimo-nos com críticos que lamentam os incentivos financeiros recolhidos por cirurgiões e hospitais por cirurgias de valor questionável.

Questionamos órgãos reguladores, fabricantes e lobistas que avançaram na agenda de desregulação do sector.

Examinamos as alegações de denunciantes, exploramos trabalhos académicos e examinámos os resultados dos testes com dispositivos.

Sondamos implantes que mataram, paralisaram, envenenaram, queimaram e ficaram rançosos dentro do peito dos pacientes bem como amputações forçadas.

Nossa investigação mostra como os implantes podem permanecer no mercado, mesmo com o aumento das lesões e mortes.

Também revela como os dispositivos quebrados podem ser difíceis ou impossíveis de remover uma vez implantados.

E conclui que os lobistas destruíram por duas vezes os ousados planos da UE para aumentar a segurança dos dispositivos, ao pretenderem estabelecer um processo centralizado de aprovação que fosse retirado das mãos dos privados.

A equipe global fez mais de 1.500 pedidos, com base no Freedom of Information, de acesso à informação de registos mantidos pelo governo.

Examinamos milhares de registos de inspecção da FDA, identificando empresas que não relataram adequadamente os danos aos pacientes.

Adquirimos convites para licitar contractos para o fornecimento de dispositivos em muitos países.

A nossa investigação sobre a história da gigante Medtronic dá-nos uma janela para algumas das práticas comerciais de uma indústria de dispositivos no valor de US $ 400 bilhões que desenvolveu produtos sofisticados para salvar vidas, mas também pressionou ou rompeu as fronteiras legais e éticas.

Como a Big Pharma, a indústria de dispositivos é construída sobre uma rede de influência corporativa e política.

A Implant Files é a história da dor por trás do ganho de dispositivos lançados no mercado, vendidos agressivamente e depois implantados em pessoas.

Fonte (poderá ver aqui a equipa que trabalhou nesta investigação)  

 

ICIJ: Implant Files – Dispositivos médicos prejudicam pacientes por todo o mundo, à medida que os governos falham na segurança (1ª parte)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

This entry was posted on 15 de Abril de 2020 by in Jornalismo, Saúde and tagged , .

Navegação

Categorias

Follow A Arte da Omissao on WordPress.com
%d bloggers like this: